Vezes em que o Flamengo chegou a final da Libertadores

Apesar de já ter conquistado uma final da Libertadores no século passado, o Flamengo se tornou um clube com poucas memórias positivas na principal competição do futebol sul-americano.

A fim de deixar esse histórico no passado, o Flamengo começou a mudar no ano de 2013. Apesar de muita desconfiança, o rubro-negro elegeu Eduardo Bandeira de Mello como o seu novo presidente. 

Diferente dos presidentes anteriores, Eduardo Bandeira de Mello tinha convicção que a melhor forma de fazer o Flamengo disputar títulos novamente era se organizar financeiramente, algo que poucos dirigentes brasileiros querem fazer.

O clube carioca parou de gastar o dinheiro que não tinha, dando prioridade ao pagamento das dívidas, reduzindo os juros que o clube paga todos os anos. Como resultado, o clube dispensou atletas caros e apostou na em jogadores com custo mais baixo.

Redução da dívida e aumento das receitas 

Em 2012, último ano da gestão de Patrícia Amorim, o clube tinha um déficit que girava em torno de R$ 20 milhões. Ou seja, esse cenário transformou o clube carioca em um dos mais endividados do país, sofrendo com a falta de credibilidade na hora de conseguir crédito.

A dívida do rubro-negro era de R$ 800 milhões. Com muito esforço e empenho, o clube mudou de realidade. Quem explica isso é Claudio Pracownik, vice-presidente de finanças do Flamengo:Em 2012, para cada real que o rubro-negro recebia, ele tinha que pagar 3,60 reais de dívida. Hoje, pagamos 0,49 centavos de cada real que entra no clube.

Os números do clube carioca mudaram completamente em apenas dois anos. Em 2013, por exemplo, o Fla conseguiu acumular uma receita de R$ 273 milhões, registrando um déficit de R$ 20 milhões. 

Em 2015, o clube aumentou a receita para R$ 355 milhões, tendo um lucro de R$ 130 milhões.

O Flamengo passou a mapear todo centavo que entra e todo centavo gasto no clube. Com isso, o rubro-negro sabe exatamente qual a real situação financeira daquele time. 

Após organizar as receitas e as dívidas, chegou a hora do clube aumentar o seu faturamento com o marketing.

A relação de amor e ódio entre Falmengo e a Libertadores

Após muito trabalho focando na reestruturação financeira do clube, o Flamengo passou a ser notícia constante no mercado da bola. A fim de voltar a disputar títulos, o clube começou a entrar forte na disputa por jogadores importantes do meio futebolístico.

A meta dos dirigentes era transformar o Flamengo, por meio de reforços que elevem o clube, de patamar. Desde então, o Mengão passou a investir em atletas de peso, como Arrascaeta, Diego Ribas, Diego Alves, Gabigol, Bruno Henrique, etc. 

Antes da organização financeira a Torcida Rubro-Negra sofria diversas decepções na competição continental. Muitas esperanças frustadas com eliminaçãoes nas fases de grupos, nas oitavas, em casa e muitas vezes nos minutos finais. Mas isso já ficou no passado.

Flamengo e a Final da Libertadores da América

Em resumo, tamanho investimento dos dirigentes na nova era financeira do clube resultou em um time muito forte e competitivo. A prova disso é que três das últimas quatro finais da Libertadores tiveram o rubro-negro na grande decisão.

Diante disso, escrevemos este artigo para mostrar ao nosso leitor e à Torcida Rubro-Negra o que acontece quando o maior clube de futebol das américas chega para disputar a final da Glória Eterna.

1981 — Campeão

Vezes em que o Flamengo chegou a final da Libertadores

Após conquistar o Campeonato Brasileiro de 1980, o Mengão disputou a tão sonhada Libertadores da América pela primeira vez. Considerado o melhor rubro-negro de todos os tempos, já que contava com a Geração Zico, o Rubro-negro carioca chegou a grande decisão diante do Cobreloa, do Chile.

Após os dois primeiros jogos terem terminados empatados por 2 a 2, o rubro-negro venceu o terceiro jogo por 2 a 0, ficando com a Libertadores da América daquele ano.

2019 — Campeão 

Vezes em que o Flamengo chegou a final da Libertadores
A Conquista da Glória Eterna do Flamengo e o Legado da Libertadores 2019

O Flamengo chegou a decisão da Libertadores após exatos 38 anos. O jogo da final foi contra o poderoso River Plate. Em suma, a final foi a primeira da história da competição a ser disputada em final única.

O jogo ocorreu no Estádio Monumental, em Lima-PERU, no dia 23 de novembro de 2019. O Fla foi a campo com o time histórico montado por Jorge Jesus, que jogou um futebol encantador.

A decisão foi complicada. O Rubro-negro saiu atrás do placar, porém, conseguiu uma virada impressionante no final do jogo, conquistando a sua segunda Libertadores da América diante de um rival tradicional.

2021 — Vice-campeão 

Vezes em que o Flamengo chegou a final da Libertadores

Se o Fla demorou 38 anos para chegar a outra final da Libertadores, a diferença entre a decisão de 2019 e 2021 foi bem menor. O adversário da vez era o Palmeiras, time que já tinha conquistado o título no ano anterior, diante do Santos, no estádio do Maracanã.

A decisão entre Palmeiras e Flamengo colocou frente a frente os times mais dominantes do futebol brasileiro na última década. A decisão ocorreu no Estádio Centenário, em Montevidéu, Uruguai.

O clássico entre as duas equipes brasileiras foi muito pegado. O jogo estava empatado por 1 a 1 quando Andreas Pereira praticamente deu o gol para o time paulista, que colocou a bola nos fundos da rede de Diego Alves. A equipe paulista venceu o jogo por 2 a 1, ficando com o título, deixando o Rubro-negro em segundo lugar.

2022 — Campeão

Vezes em que o Flamengo chegou a final da Libertadores
Flamengo Campeão da Libertadores da América 2022

Um ano após o frustrante vice-campeonato da Libertadores da América, o Mais Querido trabalhou e conseguiu chegar a mais uma decisão contra um time do futebol brasileiro. O adversário da vez foi o Athletico-PR.

A decisão ocorreu no estádio Monumental, em Guaiaquil, no Equador. O jogo foi duro, entretanto, o Flamengo de Dorival Jr conseguiu superar o Athletico com uma certa facilidade, vencendo o jogo por 1 a 0 e ficando com o título da competição pela terceira vez.

Com a expulsão do zagueiro Pedro Henrique, o Flamengo teve todas as condições para dominar o jogo e levar o troféu para o Rio de Janeiro mais uma vez.

O jogo contou com o técnico Dorival no banco de reservas. O técnico chegou no clube sem muitas expectativas, entretanto, conseguiu levar o gigante carioca a grande final da Libertadores, ficando com o troféu pela terceira vez.

Para coroar uma temporada espetacular, o rubro-negro conseguiu vencer a Copa do Brasil novamente. Afinal, o último título havia sido em 2013, primeiro ano da gestão de Eduardo Bandeira de Mello.

A decisão da Copa do Brasil foi diante do Corinthians, time que conseguiu realizar um bom jogo, mas foi superado pelo rubro-negro mais uma vez no estádio do Maracanã.

O Flamengo na Libertadores 2023

Vezes em que o Flamengo chegou a final da Libertadores

Garantido na fase grupos da Libertadores, graças aos títulos de 2022, o atual campeão vem aos trancos e barrancos na competição, com uma derrota, dois empates e duas vitórias na fase de grupos, o mengão precisa de apenas um empate na última rodada para carimbar passagem para o mata-mata.

O técno Jorge Sampaoli promete um time mais forte mentalmente e coletivamente nas próximas partidas. Novo vigor e novas ambições entre velhos conhecidos. É como diz o velho ditado:

Se deixar o Flamengo chegar, já sabe né?”

Vamos Flamengo!!!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies