conecte-se

Brasil em Pauta

Venezuela anuncia referendo para anexar Guiana

Os países disputam o território onde, atualmente, fica a Guiana Essequiba, que é rica em recursos naturais.

Published

on

O ditador venezuelano Nicolás Maduro anunciou que fará um referendo consultivo para anexar boa parte do território da Guiana à Venezuela.

Os países disputam o território onde, atualmente, fica a Guiana Essequiba, que é rica em recursos naturais.

A região representa 70% da área da Guiana. Em uma postagem no X, (antigo Twitter), Maduro afirmou que o referendo acontecerá no dia 3 de dezembro.

Advertisement

Ele tem feito publicações em apoio à incorporação da região. “Nosso povo decidirá democraticamente seu futuro e destino”, escreveu Maduro.

“Em um dia que convoca a todos, para além das diferenças, pela defesa territorial e pelo respeito pela nossa soberania. Essequiba é da Venezuela!”

Sigamos luchando por la recuperación e integración de la Guayana Esequiba. La única vía para dirimir esta controversia es el Referéndum Consultivo, y este 3 de diciembre el Pueblo venezolano saldrá a defender su territorio. ¡Viva Venezuela Toda! pic.twitter.com/llPaTi0ES7

— Nicolás Maduro (@NicolasMaduro) November 8, 2023

Advertisement

+ Leia mais notícias do Mundo em Oeste

Repúdio da Guiana

Em outubro, o governo da Guiana expressou repúdio aos planos relacionados à anexação da maior parte de seu território. Em comunicado, a presidência do país afirmou que isso seria um crime internacional.

“O governo da Guiana rejeita categoricamente qualquer tentativa de minar a integridade territorial do Estado soberano da Guiana”, declarou em nota.

Advertisement

O caso será analisado pela Corte Internacional de Justiça, que se reúne na terça-feira 14, no Palácio da Paz, em Haia, na Holanda.

O encontro acontece em resposta à solicitação do governo guianense por medidas provisórias sobre a situação.

O país entende que o referendo visa ter apoio para uma resolução unilateral da disputa entre os dois países.

Advertisement

Reivindicação da Venezuela

A discussão a respeito da soberania sobre a região de mais de 160 mil quilômetros quadrados a oeste do rio Essequibo começou no século 19.

Caracas alega que a área é parte de seu território porque, durante o período colonial, ela integrou a capitania geral da Venezuela.

Depois do domínio espanhol, a região foi administrada pelos holandeses a partir de 1648 – antes da Venezuela declarar independência da Espanha em 1811 – e pelo Reino Unido a partir de 1814.

Advertisement

Em 1899, uma sentença arbitral em um tribunal de Paris conferiu a soberania sobre a região ao Império Britânico.

Em 1962, a Venezuela entrou com um processo nas Nações Unidas para contestar a decisão de 1899.

Em 1966, ano em que a Guiana obteve sua independência do Reino Unido, foi assinado o Acordo de Genebra, que determinou o controle da área pelos guianenses, mas admitiu a contestação da Venezuela.

Advertisement

A disputa deveria ser resolvida em quatro anos, mas isso não aconteceu.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement