Valdemar diz que PL é humilhado por causa de Pacheco

O presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, disse que os parlamentares da legenda sofrem com “humilhações toda semana”. Ele se referiu às operações da Polícia Federal (PF) contra os deputados Alexandre Ramagem (RJ) e Carlos Jordy (RJ).

Costa Neto também voltou a cobrar uma atitude do presidente do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para evitar ações do tipo contra deputados e senadores.

“Somos humilhados diariamente porque o presidente do Senado não toma uma providência. Ele não reage”, disse, em entrevista à CNN Brasil, na sexta-feira 26. “Toda semana é uma humilhação. Invadem o apartamento de deputado, como invadiram o do Jordy. Isso é um absurdo.”

Valdemar diz que falta comando firme” no Senado

De acordo com o presidente do PL, os integrantes do Legislativo estão sempre “no fundo do poço”, por não terem um comando “firme” no Senado.

Em relação a Ramagem, Costa Neto argumentou que a investigação deveria ser feita na Justiça comum, já que no Supremo Tribunal Federal (STF) “só podem ser julgados crimes executados dentro do mandato”.

“No caso do Ramagem, foi fora do mandato. Ele está sendo julgado assim porque é do PL, porque é o candidato de Bolsonaro ao Rio de Janeiro”, ressaltou.

Para o presidente do PL, a investigação fará o deputado “crescer”, porque o eleitor do Rio de Janeiro é esclarecido e estão vendo a perseguição diária feita contra o partido.

Valdemar Costa Neto
Valdemar Costa Neto voltou a cobrar uma atitude do presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para evitar ações como as operações da Polícia Federal realizadas contra os deputados do PL Alexandre Ramagem (RJ) e Carlos Jordy (RJ) | Foto: Reprodução/X/Twitter

Resposta de Pacheco a Valdemar

Na quinta-feira 25, Pacheco divulgou uma nota na qual, sem citar Costa Neto, afirmou que o ex-deputado é “incapaz de organizar a oposição” e que é “difícil” manter o diálogo com ele.

O presidente do Congresso disse que ele só faz política para “ampliar e obter ganhos com o fundo eleitoral”.

Já na sexta-feira 26, Costa Neto declarou que Pacheco “mentiu”. Ele negou faltar organização à oposição, só que ela “não tem maioria” no Congresso.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading