Urna eletrônica terá alteração significativa para as eleições desse ano

Nas eleições municipais deste ano, uma inovação significativa será implementada nas urnas eletrônicas para auxiliar os eleitores com deficiência visual. A nova voz sintetizada, chamada Letícia, é da cantora Sara Bentes de Volta Redonda (RJ), que é deficiente visual. Segundo informações da Agência Brasil, todos os modelos de urnas eletrônicas usados nos dias 6 e 27 de outubro, datas do primeiro e segundo turno respectivamente, estarão equipados com essa inovação.

A voz de Letícia fornecerá instruções básicas, marcará o início do uso da urna pelos eleitores e informará o cargo em votação a cada momento, os números digitados e o nome do candidato escolhido.

De acordo com uma nota do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ao entrar na seção eleitoral e se identificar, o eleitor deve informar à equipe de mesários sobre sua deficiência visual. Em seguida, a urna será habilitada e fones de ouvido serão fornecidos para uso durante a permanência na cabine eleitoral.

O TSE destaca que a voz tem um toque mais humano, natural e inteligível, o que melhorará a compreensão dos eleitores. A corte eleitoral vê essa inovação tecnológica como um avanço em relação às urnas utilizadas de 2000 a 2018, que comunicavam o cargo em votação e os números das candidaturas, mas ainda não informavam o nome dos concorrentes.

Essa melhoria na urna eletrônica atende à sugestão feita pela Organização Nacional de Cegos do Brasil à Seção de Voto Informatizado do TSE em outubro de 2022.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies