conecte-se

Brasil em Pauta

URGENTE: dono do Botafogo, John Textor publica vídeo com provável manipulação do VAR no jogo Botafogo x Palmeiras e põe fogo nas redes sociais; VEJA VÍDEO

Published

on

URGENTE: dono do Botafogo, John Textor publica vídeo com provável manipulação do VAR no jogo Botafogo x Palmeiras e põe fogo nas redes sociais; VEJA VÍDEO

John Textor publicou uma análise sobre a intervenção do VAR na expulsão de Adryelson durante a partida entre Botafogo e Palmeiras, válida pelo Brasileirão 2023, na noite desta quarta-feira. Essa análise surgiu horas após a participação de Leila Pereira, presidente do Palmeiras, na CPI das Apostas Esportivas e Manipulação de Resultados. Veja o lance abaixo.

John Textor posta vídeo nas redes sociais afirmando que houve manipulação do VAR na expulsão do zagueiro Adryelson em Botafogo 3×4 Palmeiras, pelo Brasileirão 2023.

🗞 @geglobo
🎥 Reprodução pic.twitter.com/IVUDVBMEUl

— Planeta do Futebol 🌎 (@futebol_info) June 6, 2024

Advertisement

Em um vídeo publicado no Instagram, o norte-americano questiona Rafael Traci, árbitro de vídeo daquela partida, pela forma como ele interferiu e pelas imagens que apresentou ao árbitro Bráulio da Silva Machado para justificar a expulsão do jogador de número 34. Na ocasião, o Botafogo estava vencendo por 3 a 1, mas com um jogador a menos, não conseguiu segurar a pressão e sofreu uma virada histórica pelo time paulista.

Leila, na CPI, afirmou: “John Textor precisa entender que ele ficará marcado na história do Botafogo por ter perdido um campeonato que estava ao seu alcance, sob sua responsabilidade. Esse episódio o acompanhará para sempre.”

O conteúdo do vídeo mostra a conversa entre Rafael Traci, na cabine do VAR, até o momento em que ele chamou Bráulio para revisar o lance e aplicar o cartão vermelho. A justificativa para a expulsão foi uma situação de DOGSO (Denial of Goal-Scoring Opportunity), que ocorre quando um jogador impede uma oportunidade clara de gol.

Advertisement

A análise divulgada por Textor sugere que Rafael Traci não apresentou as melhores imagens do lance a Bráulio. Na visão do proprietário do Botafogo, Adryelson não deveria ter sido expulso, pois Breno Lopes, atacante do Palmeiras que sofreu a falta, não estava em direção ao gol.

Por fim, Textor provocou o Senador Kajuru, relator da CPI, dizendo: “Seus 15 minutos de fama estão quase acabando… E tudo o que aprendemos em sua investigação sobre manipulação de resultados em favor do Palmeiras é que você é um torcedor do clube para toda a vida. Problemas sérios requerem pessoas sérias. De que lado da história você ficará? A escolha é sua.” O empresário compartilhou essas palavras no Instagram.

A CBF, procurada pelo ge, afirmou que só trata com John Textor por meio da Justiça.

Advertisement

Veja a análise do lance na visão de Textor

“Traci instrui o operador de replay a parar o vídeo em uma “imagem congelada”… para dar a FALSA impressão de que a bola está perfeitamente dominada no pé do jogador do Palmeiras. TRACI manipula o replay do vídeo para que MACHADO veja uma imagem da perfeita posse e controle de bola que, na verdade, NUNCA existiu.

MACHADO confirma sua chegada ao monitor do VAR para ver uma imagem parada que está enganosamente pausada para mostrar posse e controle de bola…

mas as condições exigidas pelo DOGSO de posse e controle de bola NUNCA foram configuradas.

Advertisement

Nenhuma das quatro condições de um DOGSO foram atendidas, e o DOGSO exige que TODAS as condições sejam atendidas. Como resultado da manipulação da visualização do vídeo por TRACI para estabelecer de forma enganosa duas condições de DOGSO que NÃO foram cumpridas (posse e controle de bola), MACHADO decidiu confirmar um DOGSO e expulsar o nº 34 Adryelson

Então, além da aparente manipulação de uma “imagem congelada” para mostrar uma posse de bola que não existia, o que o Oficial do VAR TRACI escolheu NÃO mostrar ao árbitro da partida?

Havia um ângulo de câmera melhor para mostrar?

Advertisement

…porque este é o ângulo da câmera [veja no vídeo acima] que o árbitro de VAR TRACI não permitiu que o árbitro de campo visse.

Isso prova (1) que havia possibilidade de chance domínio da bola por parte do Adryelson, (2), que Adryelson realmente tocou na bola primeira, (3) que não houve posse ou controle da bola pelo jogador do Palmeiras, e (4) que o engano da “imagem congelada” mostrando posse de bola não passou de um breve desvio.

O Tribunal de Justiça Desportiva decidiu duas vezes que a decisão do VAR de expulsar o jogador foi um erro, um erro que levou o Palmeiras a superar uma desvantagem de 1 a 3, e vencer o jogo decisivo do campeonato… e transformar uma provável desvantagem de 9 pontos na tabela do Campeonato Brasileiro em uma desvantagem de 3 pontos.

Advertisement

Resta uma pergunta ao Sr. Traci: Por que a apresentação do vídeo foi manipulada para dar a falsa impressão de posse e controle; e porque a o melhor ângulo não foi compartilhado com o árbitro de campo?

A manipulação da apresentação do vídeo pelo árbitro do VAR Traci claramente destruiu o campeonato de 2023, mas não houve qualquer pedido para que ele esclarecesse as suas ações.”

Advertisement
Continue Reading
Advertisement
Advertisement