Trump vence disputa do Partido Republicano

O candidato Donald Trump, do Partido Republicano, venceu o caucus de Nevada na quinta-feira 8. Mais delegados foram acrescentados na sua busca em se consolidar como o representante do partido nas próximas eleições presidenciais.

Os caucus, diferentemente da primária, não necessita de urna. No caso do Partido Republicano, os eleitores, reunidos em locais de votação, entregam as cédulas, com seu voto, à organização.

Trump, de acordo com a AFP, era o único candidato considerado de peso nas cédulas quando os membros do partido se reuniram em edifícios públicos em todo o Estado, localizado no sudoeste dos Estados Unidos, para votar de maneira presencial.

Pelos primeiros resultados nos caucus de Nevada, o ex-presidente (2017-2021) teve uma vitória com larga margem de votos em relação ao seu rival, um empresário do Texas. Os principais veículos de notícias americanos informaram que Trump levaria todos os delegados disponíveis do Estado.

Sua rival com mais força, Nikki Haley, ex-embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas, decidiu pular os caucus, conduzidos pelo partido no Estado, segundo o The New York Times.

Ela participou somente da primária, na terça-feira 6, exigida por lei estadual. Nesta disputa, porém, foi Trump quem ficou de fora e mesmo assim Haley terminou atrás da opção “nenhum desses candidatos”.

Haley insiste em prosseguir na disputa

Nikki Haley
Nikki Haley tentará vitória na Carolina do Sul, seu Estado natal | Foto: Reprodução/Instagram

Também na quinta-feira, o ex-presidente venceu os caucus das Ilhas Virgens derrotando Haley com 73% dos votos. Os aliados do republicano aconselharam Haley a desistir da corrida eleitoral, citando como razão a liderança avassaladora de Trump na disputa.

Haley insisite em prosseguir e, no final do mês, apostará praticamente todas as suas fichas na primária da Carolina do Sul, seu Estado natal. Mesmo muito atrás de Trump na corrida geral pela indicação do partido, e prestes a sofrer nova derrota, ela disse que não abandonará a disputa.

Trump afirmou na quinta-feira considerar que a continuidade da candidatura de Haley não é uma boa ideia, mas que isso não o incomodava. “Não sei por que ela continua, mas deixemos que continue”, acrescentou. “Eu realmente não me importo”.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies