Trump diz que estamos à beira da 3ª Guerra Mundial e culpa Biden

O ex-presidente norte-americano, Donald Trump, alertou que estamos “à beira da Terceira Guerra Mundial” e culpou o atual presidente Joe Biden pelo ataque terrorista que matou três soldados americanos na Jordânia. Apoiados pelo Irã, os extremistas também deixaram outros 34 feridos. Trump criticou a “fraqueza e rendição” do atual governo dos Estados Unidos.

+ Leia outras notícias do Mundo no site da Revista Oeste

“Isso nunca teria acontecido se eu fosse presidente, nem mesmo uma chance”, escreveu Trump em uma postagem na sua plataforma, a Truth Social, no domingo 28. “Este ataque descarado aos Estados Unidos é mais uma consequência horrível e trágica da fraqueza e rendição de Joe Biden.

Trump afirmou ainda que nem mesmo o massacre do Hamas contra Israel, em 7 de outubro de 2023, e muito menos a guerra na Ucrânia nunca teriam acontecido, se ele ainda estivesse na presidência dos EUA. 

“Neste momento, teríamos paz em todo o mundo; em vez disso, estamos à beira da Terceira Guerra Mundial”, disse o ex-presidente.

Ele argumentou que, graças à política de pressão máxima da sua gestão, o Irã era “fraco, falido e totalmente sob controle” quando ele deixou o cargo, em 2021.

“O regime iraniano mal conseguiu juntar dois dólares para financiar os seus representantes terroristas”, escreveu ele. “Então Joe Biden entrou e deu ao Irã centenas de milhões de dólares, os quais o regime usou para espalhar o derramamento de sangue e a carnificina por todo o Oriente Médio.”

Paz através da força

Joe Biden
Administração de Biden criticou o posicionamento ‘daqueles que tentam politizar a segurança nacional’ | Foto: Simon Dawson / No 10 Downing Street

Donald Trump prometeu trazer de volta “a paz através da força” se derrotar Biden nas eleições presidenciais de novembro. “Para que não haja mais caos, nem mais destruição, nem mais perda de preciosas vidas americanas”.

Ele acredita que os EUA não podem sobreviver com Joe Biden como comandante-chefe dos EUA.

+ Texas contra Biden: mais de 25 Estados apoiam arame farpado na fronteira

A administração Biden reagiu, alegando que “aqueles que tentam politizar a segurança nacional são ilógicos e prejudiciais para a segurança do país”.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading