Tráfico na Rocinha tem mais lucro que estatais no governo Lula

Os traficantes da Favela da Rocinha, na zona sul do Rio de Janeiro, faturam pelo menos R$ 12 milhões por mês com extorsões e venda de drogas.

Parte considerável do dinheiro é obtido através das taxas impostas a estabelecimentos legais, como bares, restaurantes, lojas de roupas, galpões de festas e salões de beleza.

Somente com a taxa semanal de R$ 150 cobrada dos mais de 2 mil mototáxis, os traficantes arrecadam mais de R$ 300 mil. Em um mês, o valor chega a quase R$ 1,3 milhão.

Já a cooperativa de vans tem de desembolsar R$ 930 por semana por veículo. São 60 vans, o que rende aos bandidos R$ 223 mil mensais. Segundo o jornal O Globo, a Polícia Civil estima que os criminosos faturam até R$ 12 milhões por mês com todas as fontes de recursos. A maior quantidade vem das extorsões e da venda de drogas.

Para reforçar seu orçamento, os criminosos da Favela da Rocinha cobram R$ 140 em um botijão de gás. Já no bairro carioca Engenho Novo, na zona norte, o mesmo produto sai por R$ 100. Em Ipanema, zona sul do Rio, o valor é de R$ 110.

O sinal clandestino de TV a cabo, o “gatonet”, contempla 70% das casas. Ele sai a R$ 100 mensais por família. Os planos mais baratos de internet custam R$ 99.

De acordo com o Censo 2022, do IBGE, na Favela da Rocinha moram 67 mil pessoas, isto é, 2,8% abaixo da população de 2010. Segundo apuração do Globo, de 2023 para 2024, houve um aumento de cerca de 20% nas taxas impostas pelos bandidos.

O medo dos moradores impede as denúncias. Em todo o ano passado, foram apenas 11 registros de extorsão na área da 11ª DP (Rocinha). Desde 2014, foram 38 casos na região.

Rocinha fatura milhões com venda de drogas, hospedagem e construção civil

Os comerciantes legais não conseguem concorrer com o grupo criminoso, que domina a região | Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio de Janeiro

Na Favela da Rocinha, os negócios se expandiram. A estimativa dos investigadores é que o faturamento dos traficantes, com todas as atividades ilegais, gira em torno de R$ 10 milhões e R$ 12 milhões por mês. O orçamento inclui a venda de armas e a “hospedagem” de bandidos de outros Estados, como Goiânia, Ceará, Espírito Santo e Manaus.

Desse total, de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões seriam obtidos com venda de drogas, o que representa 25%.

O faturamento ambém vem de festas e do mercado de construção civil. Isso porque os criminosos constroem prédios com mais de três andares, além de quitinetes e casas de mais de um quarto.

Os comerciantes legais não conseguem concorrer com o grupo, que domina a região. Somado a isso, o tráfico da Rocinha também impõe a compra de água mineral por um único distribuidor.

Hoje, a Rocinha é controlada por John Wallace da Silva Viana, o Johny Bravo, do Comando Vermelho. Ele é braço direito de Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, chefe do Vidigal e da Rocinha. Este último cumpre pena em presídio federal.

As autoridades do Rio de Janeiro reforçam a necessidade de registro das denúncias para ajudar nas investigações e na análise das manchas criminais.

Os policiais recomendam fazer denúncias pela Central 190, pelo aplicativo RJ 190 ou pelo Disque-Denúncia, em que se garante o anonimato do denunciante. Em nota, a Polícia Civil afirmou que a 11ª DP (Rocinha) tomou conhecimento das denúncias de extorsão nas redes sociais e vai analisar os fatos para responsabilizar os envolvidos.

Estatais Federais do Governo Lula

Houve deficit de R$ 614 milhões naquele ano. Segundo a projeção do governo, a Emgepron (Empresa Gerencial de Projetos Navais) deve ter deficit de R$ 3,17 bilhões.O prejuízo seria o maior entre as principais empresas estatais.

Na sequência, vem a Eletronuclear, com rombo de R$ 2,11 bilhões.Subsidiária da ENBPar (Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional), a companhia do setor de energia administra as usinas Angra 1 e Angra 2, no Estado do Rio de Janeiro.

Os números não incluem empresas do grupo Petrobras e bancos estatais, que estão fora da meta de resultado.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading