Thiago Gagliasso apresenta notícia-crime contra Ludmilla

O deputado Thiago Gagliasso (PL) apresentou uma notícia-crime contra a cantora Ludmilla, na 16º Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca, no Estado do Rio de Janeiro. Segundo o parlamentar, a cantora o acusou falsamente de racismo. 

Ludmilla usou suas redes sociais para criticar a postura de Gagliasso, que, na sessão da última quarta-feira, 22, na Parlamento Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), votou contra a licença da Medalha Tiradentes à cantora.

No vídeo, Ludmilla afirmou que o deputado votou contra porque “é racista”. Depois, a cantora o acusou de chamá-la de “macaca” em uma sarau. 

O deputado negou as acusações. De combinação com ele, “nascente incidente não existiu”. “Nunca me referi a qualquer pessoa nesses termos”, disse. “Essa não é a primeira vez que essa pessoa [Ludmilla] faz acusações para se promover. Já acionei minha equipe jurídica, e vamos tomar todas as providências judiciais cabíveis.”

Deputado disse que Ludmilla não merecia o prêmio por ter falso a letra do Hino

Ludmilla Hino

Em seu oração, o deputado afirmou que a cantora “não merecia o prêmio por ter falso a letra do Hino Pátrio e por fazer apologia às drogas em suas canções”.

A cantora Ludmilla esqueceu a letra do Hino Pátrio durante a cerimônia que antecedeu o Grande Prêmio de Fórmula 1, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. 

Vídeos que circularam nas redes sociais mostraram que Ludmilla cantou unicamente o primeiro verso do hino: “Ouviram do Ipiranga às margens plácidas”. O restante da estrofe desaparece, ao mesmo tempo em que a cantora deixa de gesticular com a boca. Alguns segundos depois, a voz dela ressurge: “Conseguimos ocupar com braço possante”.

As câmeras da TV Bandeirantes, que detém o recta de transmissão da Fórmula 1, tiraram o foco de Ludmilla tão logo a cantora parou de trovar o hino. A artista voltou a ser escopo das lentes unicamente nas últimas estrofes.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies