Thanandra Sarapatinhas lança castramóvel próprio em Teresina: “Realização de um sonho”

A vereadora de Teresina Thanandra Sarapatinhas divulgou na quinta-feira (01/02) a realização de um projeto que considera como um sonho de vida: um castramóvel que atenderá cães e gatos em Teresina. Apelidado carinhosamente pela vereadora como “Castrapatinhas”, o veículo irá realizar cirurgias de castração e tem como objetivo principal a diminuição de animais de ruas na capital.

Em suas redes sociais, Thanandra comemorou o feito, mesmo lamentando que o projeto tinha sido apresentando à Prefeitura de Teresina, através de indicativo de lei, ainda em 2021 e nunca foi colocado em prática.

“26 de janeiro de 2021 foi a data que eu protocolei na Câmara Municipal de Teresina o projeto do castramóvel, no meu primeiro ano de mandato. Quem é diretamente envolvido com a causa (animal) sabe que essa é a forma de diminuir a quantidade de animais nas ruas sofrendo. Quem me acompanha a mais tempo sabe que é um sonho meu, não só por política, mas um sonho meu de criança”, declarou a parlamentar em suas redes sociais.

Thanandra Sarapatinhas reforçou que mostrou o projeto para o prefeito mas que não saíram das promessas, por três anos. Thanandra apresentou a proposta para o Governo do Estado, e o governador Rafael Fonteles comprou o castra móvel a nível estadual, mas a vereadora reforçou que ainda não era o suficiente para suprir toda a demanda, então ela tomou a iniciativa independente para concretizar esse projeto.

“Thanandra Sarapatinhas nada mais é que uma menina apaixonada por animais, e por revolta por não conseguir fazer mais acabou se envolvendo na política, e revoltada por novamente ninguém fazer nada buscou concretizar o sonho de ajudar os animais. Eu posso não mudar o mundo, mas vou mudar o mundo de muitos animais e de quem os ama. Meu sonho está apenas começando”, disse a vereadora.

A parlamentar reforçou que essa é uma iniciativa da causa animal, sem depender de nenhum recurso da prefeitura.

“O castramóvel foi a primeira ideia que protocolei na Câmara de Teresina. Só que deveria ser um “Indicativo de Lei” e precisava da prefeitura pra colocar em prática. Mas, olha, isso não me segurou não! A gente conseguiu tirar do papel”, declarou Thanandra em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies