Tesouro Direto é totalmente seguro? Avenue explica os riscos

Quando o assunto é investir no exterior, muita gente ainda acha arriscado e fica com receio de aportar parte dos seus recursos fora do país.  “Esse medo está relacionado com nossos vieses comportamentais. Os investidores tendem a destinar mais recursos ao país onde eles vivem, pois eles acham que conhecem e entendem melhor sobre esse país – e isso traz um sentimento de conforto e até uma ilusão de segurança”, explica William Castro Alves, estrategista-chefe da corretora digital Avenue, com sede nos EUA.

Ele destaca que ao analisarmos de forma mais fria e sem estes vieses comportamentais, percebemos que o risco de investir no Brasil é bem maior do que em outros países como os Estados Unidos. “No cenário Global o Brasil é considerado um país de risco, ele não é tem o investment grade (grau de investimento)”, afirma.

Apenas como base de comparação, o estrategista lembra que o Brasil representa tanto risco quanto países como Botsuana, Trinidad e Tobago,  Cazaquistão e Chipre.

“Pode parecer estranho, mas essa é a verdade. As agências de rating colocam o Brasil no mesmo patamar desses países”, explica.

Mas afinal, o que isso tem a ver com o Tesouro Direto? Para você entender melhor, é só lembrar que o Tesouro Direto é o programa de compra e venda de títulos públicos do governo federal, e esse recurso captado pelo governo é usado para financiar as atividades públicas – como obras de saneamento, investimentos em saúde e educação.

 “Quando você financia o país, você está tomando o risco de o governo desse país eventualmente não te pagar. Isso já aconteceu em alguns casos, como na Argentina e até mesmo aqui no Brasil na década de 1980. Não estou dizendo que vai acontecer agora, mas isso é apenas para você entender que até mesmo o Tesouro Direto tem algum risco, e aqui no Brasil ele é maior do que em outros países como os EUA”, diz Alves.

Por isso, ele destaca que a diversificação geográfica é fundamental para que o investidor consiga fugir desse risco de um único país.

“Será que a situação fiscal brasileira dá segurança para o investidor brasileiro de que o Brasil vai Honrar seu compromisso de crédito? Por que será que os juros no Brasil são tão altos? Será que isso não tem a ver exatamente com esse risco elevado de você comprar um título brasileiro?” questiona o estrategista da Avenue.

Quer diversificar e lucrar com aplicações nos Estados Unidos? Abra agora mesmo sua conta na Avenue

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading