Taylor Swift é criticada depois de doar R$ 500 mil para família de fã morta nos EUA

Taylor Swift recebeu uma série de cobranças e críticas de seus fãs brasileiros. A cantora virou notícia depois de doar mais de R$ 500 mil à família de uma fã que morreu devido a um tiroteio em Kansas City, nos Estados Unidos.

A famosa estava na cidade para acompanhar o jogo do namorado, o jogador Travis Kelce, do Kansas City Chiefs, no Super Bowl 58, que é uma das maiores disputas esportivas do país. A morte da DJ Lisa Lopez-Galván mobilizou a artista, que fez a doação e ainda escreveu uma homenagem.

“Enviando minhas mais profundas condolências e condolências após sua perda devastadora. Com amor, Taylor Swift”, escreveu a famosa em uma página de arrecadação de fundos da família da mulher morta.

O problema é que fãs brasileiros cobraram uma atitude semelhante da cantora quando aconteceu a morte de Ana Clara Benevides, em novembro, no Rio de Janeiro. A jovem, de 23 anos, morreu de exaustão e calor antes de começar o show da estadunidense, segundo laudo definitivo do Instituto Médico Legal.

Foto de Taylor Swift e Trevis Kelce

Taylor Swift não prestou homenagem para fã que morreu no Brasil

Apesar de ter surgido em uma foto ao lado da família de Ana Clara nos bastidores de um show que fez em São Paulo, Taylor Swift não mencionou o nome da jovem em suas outras apresentações e nem escreveu uma homenagem nas redes sociais.

“E para família de brasileira que morreu no show a Taylor faz um meet and greet para tirar uma foto”, reclamou um internauta chamado Jhow, no X (antigo Twitter). “Norte-americano só pensa em norte- americano em primeiro, segundo, terceiro, quarto e se sobrar tempo só pensa em norte-americano”, detonou outro chamado Tas Souza.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies