SP: sobe para 7 número de mortos por fortes chuvas, informa Defesa Civil

Sete pessoas morreram no Estado de São Paulo (SP) em razão das fortes chuvas e dos ventos que atingiram o Estado, na sexta-feira 3. A Defesa Civil de SP confirmou, neste domingo, 5, a sétima vítima.

Trata-se de um homem de 58 anos que estava em uma pequena embarcação que naufragou em Ilhabela, no litoral paulista.

Ao todo, quatro pessoas morreram em decorrência de queda de árvores, sendo uma em Osasco, uma em Suzano e duas na zona leste da cidade de São Paulo.

Em Limeira houve uma morte por desabamento de um muro, e outra em Santo André, por causa da queda da parede de um prédio. O Corpo de Bombeiros registrou mais de 2 mil chamadas de ocorrências em 40 cidades do Estado, a maioria por quedas de árvores.

Na capital paulista, as rajadas chegaram a mais de 100 km/h, um recorde nos últimos cinco anos. Já em Santos, a velocidade dos ventos chegou a mais de 150 quilômetros por hora (km/h) em Santos.

Em nota, a Defesa Civil informou que o governo do Estado reforçou a prioridade máxima para religamentos de eletricidade em hospitais, Unidades de Pronto Atendimento e locais de provas do Exame Nacional do Ensino Médio.

Depois de fortes chuvas, moradores de SP permanecem sem energia elétrica

energia são paulo 2
Segundo a Enel, a expectativa é que o fornecimento de energia volte ao normal apenas na terça-feira 7 | Foto: Freepik

Até o início da tarde de hoje, cerca de 800 mil pessoas continuam sem energia elétrica devido aos danos causados pela tempestade. Segundo a Enel, a expectativa é que o fornecimento de energia volte ao normal apenas na terça-feira 7.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies