Sem mandato, Romero Jucá acompanha votação da reforma tributária no Senado

O ex-senador Romero Jucá (MDB-RR) acompanhou a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma tributária no Senado. O político esteve na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na terça-feira 7, e no plenário do Senado na noite desta quarta-feira 8.

Apesar de estar sem mandato, Romero Jucá estava sentado na cadeira dos senadores na CCJ ontem e, hoje, estava no meio do plenário ao lado do senador Ciro Nogueira (PP-PI) e do governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL).

Jucá foi líder do Governo no Senado nos mandatos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Michel Temer (MDB). Ele foi senador por 24 anos, mas não conseguiu se reeleger nos pleitos de 2018 e 2022.

Além de Jucá, o ex-senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) acompanhou a votação na CCJ na terça-feira. Bezerra foi líder do governo no Senado na gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro, mas não concorreu as eleições em 2022.

A coluna No Ponto analisa e traz informações diárias sobre tudo o que acontece nos bastidores do poder no Brasil e que podem influenciar nos rumos da política e da economia. Para envio de sugestões de pautas e reportagens, entre em contato com a nossa equipe pelo e-mail.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies