Russos contra russos na Ucrânia

Entre os soldados lutando contra a invasão russa na Ucrânia existe um grupo de russos. Segundo reportagem do jornal britânico The Times, a Legião Liberdade da Rússia é composta de cidadãos que lutam contra o regime de Vladimir Putin.

A Legião atua na região leste da Ucrânia e chegou a retomar trechos do território ocupado. O governo em Moscou a declarou como uma organização terrorista e quem pertence a ela pode ser condenado a doze anos de prisão.

O Times informa que a força da Legião Liberdade da Russia tem uma força de “centenas desde que foi criada há quase dois anos”. Para se juntar ao grupo é necessário passar por testes psicológicos e pelo polígrafo, que determina se o candidato está mentindo. Cidadãos russos são proibidos por lei de participar dos organismos de segurança do país. A Legião foi uma maneira de acomodar os russos que querem lutar contra Putin.

“Para mim, quando a batalha começa, isso é trabalho”, declarou um dos voluntários ao Times. “Trabalho sangrento. Mas é necessário porque eu pretendo retornar à Rússia quando se tornar livre”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies