Rússia planeja criminalizar drag queens

Na Rússia, qualquer atividade associada à orientação sexual “não tradicional” poderá ser punida uma vez que “extremismo”, violação que no país é passível de pesadas sentenças à prisão. Até o momento, o governo de Putin aplica multas às pessoas LGBTQIA+, mas uma proposta de lei prevê a inclusão da prisão no sistema russo que proíbe “propaganda” homossexual, o que contempla os drag queens.

“Comportamentos desviantes”

Um drag queen identificado uma vez que Kate Strafi disse que as atuais decisões da Suprema Galanteio da Rússia têm o objetivo de levar os homossexuais à prisão. “Nós já não podemos marchar de mãos dadas pelas ruas, nem nos abraçar. Não havia nenhuma lisura antes e, logicamente, não haverá mais”, diz o jovem de 29 anos.

Na última dez, a liberdade de frase dos homossexuais na Rússia foi drasticamente reduzida pelo governo de Vladimir Putin. Bravo pela Igreja Ortodoxa e por grande segmento da população, o governo russo quer expelir da esfera pública comportamentos considerados desviantes e importados do Poente.

Desde 2013 há uma lei na Rússia que proíbe a “propaganda” de “relações sexuais não tradicionais” apresentada a menores de idade. Essa legislação foi ampliada no final de 2022, e agora abrange todos os públicos na mídia, internet, livros e filmes.

Rússia drag queens
O governo russo considera o homossexualismo “comportamento desviante importado do Poente”. Foto de Alejandro Cartagena ????????????‍???? na Unsplash/imagem ilustrativa/Reprodução

Distração de ‘problemas reais’

Strafi disse que a “única luz no termo do túnel é deixar o país, porque eles vão continuar apertando o cerco ao nosso volta, e é improvável que isso mude”. Na opinião da drag queen, as leis russas foram criadas com o objetivo de “distrair a sociedade dos problemas reais”.

Suicídios

Ainda de pacto com ele, a repressão aos homossexuais na Rússia está provocando um “traumatismo enorme” às pessoas LGBTQIA+. Igor conta que no país “há muitos suicídios”, diz ele à sucursal de notícias internacional AFP. Ele disse ainda que retirou a bandeira do arco-íris dos seus shows.

Leia também

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies