Rio Parnaíba: Cemaden emite alerta para ocorrência de mais inundações no Centro-Norte do Piauí

O Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) divulgou nesta terça-feira (11) um alerta para risco de mais inundações na região Centro-Norte do Piauí. Os municípios desta região têm sido os mais afetados pela chuva e pela cheia dos rios. Em Esperantina, o Rio Longá consumido a cota de inundação e já deixa pelo menos 40 famílias desabrigadas. Em Barras, o Rio Marathaoan também está na cota de inundação.

De acordo com o Cemaden, existe “moderada possibilidade de ocorrência de eventos hidrológicos especialmente inundação, devido à previsão de continuidade das chuvas com pancadas de intensidade moderada a forte, somadas aos acumulados observados nas últimas semanas, nas mesorregiões Centro, Leste e Norte Maranhense, Centro-Norte e Norte Piauiense, onde os níveos dos rios Munín, Mearim, Itapecuru e Parnaíba encontram-se acima de cotas críticas”.

Em Luzilândia, por exemplo, o rio Parnaíba se encontra na cota de alerta para risco de inundação. Municípios como Batalha, Esperantina e Campo Largo do Piauí já decretaram situação de emergência em razão das chuvas. Em Batalha, o prefeito José Luiz Alves Machado determinou a suspensão das aulas nas escolas municipais em razão do período de chuva.

De acordo com o decreto publicado no Diário Oficial do Município, as estradas da batalha encontra-se em “situação precária para o trânsito dos ônibus escolares, em razão das fortes chuvas que assolam o município neste período”. A suspensão das aulas se deu para garantir a segurança dos usuários do transporte escolar. Essa suspensão das aulas em Batalha começou a valer no dia 04 de abril e segue até o dia 14 podendo ser prorrogada em caso de necessidade.

Conforme informou a Defesa Civil Estadual, já há mais de 70 famílias em Batalha impactadas pela chuva que cai na região. Apenas nas últimas 24 horas, o acumulado na cidade chegou a 74,4 mm tendo chovido cerca de 67,6 mm no intervalo de apenas 4 horas.

Em Teresina a situação não é tão distinta. Aqui na capital choveu entre os dias 01 e 09 de abril cerca de 206 mm. O volume já corresponde a quase todo o acumulado do mês de março inteiro . A chuva mais intensa se deu na quinta-feira (07), quando a capital se acumulou em uma noite mais de 100 mm de precipitação.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies