Refém israelense é libertada pelas Forças de Defesa de Israel

A soldada Ori Megedish, das Forças de Defesa de Israel (FDI), foi resgatada durante a operação das FDI em Gaza na noite desta segunda-feira 30, segundo informações das FDI e do Shin Bet, em um comunicado conjunto.

Na nota, as FDI e o Shin Bet garantiram que continuarão a fazer todos os esforços para libertar os reféns restantes.

Ori havia sido sequestrada pelos terroristas do Hamas em 7 de outubro. Depois de ser libertada por militares israelenses, ela passou por exames médicos. Os resultados mostraram que ela está saudável. Em seguida, ela se reuniu com sua família.

O resgate ocorreu no mesmo dia em que o Ministério das Relações Exteriores de Israel confirmou a morte da DJ alemã Shani Louk, que também havia sido sequestrada.

Hamas esconde a quantidade de reféns sequestrados

Hamas terroristas

Nos ataques terroristas, membros do grupo Hamas invadiram Israel por terra e assassinaram cerca de 1,4 mil pessoas. Também levaram reféns para a Faixa de Gaza e, desde então, escondem informações a respeito da quantidade de sequestrados.

A cada dia, de acordo com apuração das FDI, o número tem aumentado.

Em coletiva no domingo 29, o porta-voz militar israelense, contra-almirante Daniel Hagari, disse as atualizações haviam chegado a “239 sequestrados, entre eles civis que são trabalhadores estrangeiros, cuja identidade é difícil de precisar, assim como a comunicação com as famílias”.

Nesta segunda-feira, a guerra de Israel contra o Hamas completou 24 dias. O dia foi marcado por uma intensa ofensiva por terra de tropas militares israelenses. As FDI afirmaram que 600 alvos do grupo terrorista foram destruídos.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies