Quais são os Prós e Contras do Saque-Aniversário do FGTS?

O saque-aniversário do FGTS é um favor implementado no Brasil que gerou e ainda gera muitas dúvidas entre os cidadãos brasileiros. Introduzido pelo governo federalista durante o segundo ano da gestão de Jair Bolsonaro (PL), a medida teve uma vez que objetivo principal estimular a economia e permitir que os trabalhadores pudessem acessar os recursos do FGTS de forma mais maleável. No entanto, enviar esse recurso tem suas vantagens e inconvenientes.

Separamos cá seis principais perguntas sobre o saque-aniversário do FGTS para lhe ajudar a entender melhor esse recurso e tomar uma decisão informada sobre ele. Vamos detalhar tudo desde o surgimento da proposta até os prós e contras dessa opção.

O que é o saque-aniversário e uma vez que ele surgiu?

O saque-aniversário do FGTS teve sua origem em 2020, uma vez que uma teoria de incentivar a economia e propiciar aos cidadãos o chegada a recursos que lhes pertencem por recta. A proposta de modificações sobre o saque do FGTS foi posta em debate e sua decisão recaiu sobre o Congresso Pátrio, visando a elaboração de uma das diretrizes desse formato.

Por que existe uma restrição de retirada do FGTS em seguida optar pelo saque-aniversário?

Quando se opta pelo saque-aniversário do FGTS, o trabalhador se obrigada a um período de dois anos antes de poder voltar a acessar todo o saldo novamente. Isso serve para dar segurança à modalidade, para evitar alternâncias frequentes entre as opções e também para evitar que a previsão de recursos do FGTS seja afetada. Essa restrição procura prometer que a transição de volta ao saque-rescisão ou a chegada totalidade ao FGTS tenha pretérito por uma reflexão cuidadosa.

Os prós e contras do saque-aniversário do FGTS

Existem pontos positivos e negativos em optar pelo saque-aniversário do FGTS, e a escolha entre essa opção e o saque-rescisão padrão depende das necessidades e dos objetivos financeiros individuais.

Alguns prós envolvem o chegada anual a fundos, oportunidade para atender a necessidades financeiras específicas, uso mais maleável do moeda do FGTS e a manutenção da multa de 40% paga pelo empregador em casos de destituição sem justa justificação.

No entanto, alguns contras precisam ser considerados, uma vez que o bloqueio em caso de destituição, a perda de direitos, a carência de dois anos caso o trabalhador queira retornar ao saque-rescisão e os saques menores anuais.

É verosímil cancelar a adesão ao saque-aniversário do FGTS?

Sim, é verosímil cancelar a adesão ao saque-aniversário. Mas, devemos lembrar que existem regras e procedimentos para fazê-lo. Além de um período de carência de dois anos, também é necessário fazer a solicitação de cancelamento.

O saque-aniversário do FGTS é uma opção que pode beneficiar muitos trabalhadores, mas é importante entender suas regras e implicações antes de optar por ela. Sempre consulte um profissional de crédito ou se informe adequadamente antes de tomar decisões sobre sua vida financeira.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading