Psol pede cassação de Rubinho Nunes, autor da CPI contra padre Júlio Lancellotti

O vereador Toninho Vespoli (Psol-SP) protocolou um pedido de cassação de mandato contra Rubinho Nunes (União Brasil), também vereador da cidade de São Paulo. A acusação é de “difamação e perseguição” ao padre Júlio Lancellotti e a organizações sem fins lucrativos.

Rubinho Nunes é autor da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as ONGs na cracolândia.

No pedido, Vespoli alegou que Rubinho Nunes utilizou as redes sociais para “alegar de forma absurda” que as entidades “contribuem para a disseminação da miséria” e fazem “apologia do crime organizado”. Para o vereador do Psol, a CPI serve como “bode expiatório” para incriminar o terceiro setor na região da cracolândia, especialmente o Padre Júlio Lancellotti.

“Rubinho Nunes, ao invés de realizar sua função típica legislativa para o combate embasado e científico para o tratamento da população cracolândia, prefere, injustificadamente e baseado em informações falsas, instaurar uma CPI contra o trabalho humanista desenvolvidos por entidades e por figuras, como o padre Júlio, para auxiliar aqueles que são marginalizados”, escreveu Vespoli. “O vereador se aproveita de sua posição como representante legislativo para cometer atos criminosos, com previsão no Código Penal. É importante ressaltar que a imunidade parlamentar não deve ser confundida com a prática de atos tipificados no Código Penal, como os crimes contra a honra.”

Entenda o caso que envolve Júlio Lancellotti

Rubinho Nunes entrou com um pedido de instauração de CPI para investigar as ONGs ligadas a Lancellotti. “As ONGs e demais cafetões da miséria vão ter de se explicar”, escreveu o vereador, nas redes sociais.

O padre Júlio Lancellotti se manifestou e disse que Nunes e seus aliados “ficam personalizando e criminalizando para fugir do debate da questão”.

Se a Casa seguir com os trabalhos, a CPI vai investigar, inicialmente, o Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto, conhecido como Bompar, e o coletivo Craco Resiste. Espera-se ainda uma oitiva com Lancellotti.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading