Promessa de Lula, projetos do Minha Casa, Minha Vida estão travados

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Uma das principais promessas de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a inclusão de projetos para famílias com renda mensal de até R$ 12 milénio no Minha Morada, Minha Vida segue paragem. Lula reiterou a intenção em junho e no primórdio do mês, durante uma live com o ministro das Cidades, Jader Rebento, mas não passará de promessa.

Não há mais tempo para adotar a medida levante ano e não existe previsão de que ela será adotada em 2024, segundo técnicos envolvidos nas discussões ouvidos pelo jornal O Mundo.

Lula disse que a intenção era “que pessoas que queiram moradia de três quartos, quatro quartos, possam ter uma moradia financiada pelo governo”. Para isso, o teto da renda familiar deveria ser ressaltado para R$ 12 milénio, a chamada Filete 4.

Porém, no relançamento do Minha Morada, Minha Vida, o governo petista manteve uma vez que teto a renda familiar de R$ 8 milénio. As taxas de juros foram reduzidas para 4% ao ano nas regiões Setentrião e Nordeste. A taxa máxima é de 8,16% ao ano, e o valor do imóvel subiu para R$ 350 milénio.

<h2 class=”wp-block-heading” id=”h-valor-do-imovel-e-acao-no-STF-sao-obstaculos-a-promessa-de-lula-de-ampliar-o-minha-casa-minha-vida”>Valor do imóvel e ação no STF são obstáculos à promessa de Lula de ampliar o Minha Morada, Minha Vida

Minha Casa, Minha Vida
Lula reiterou promessa de ampliar o Minha Morada, Minha Vida, mas técnicos não acreditam que seja provável nem em 2023 nem em 2024 | Foto: Reprodução/PR

De entendimento com técnicos do governo ouvidos pelo Mundo, entre os empecilhos para atender a classe média, está o valor do imóvel, que teria de ser reajustado para R$ 500 milénio. E isso teria várias implicações. Uma delas é saber se o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), base de recurso do Minha Morada, Minha Vida, suportaria o reajuste.  

O Ministério do Trabalho, por exemplo, pretende mudar as regras do saque-aniversário das contas do FGTS e permitir a retirada do saldo remanescente. Aliás, o Supremo Tribunal Federalista (STF) analisa ação que pede a remuneração das contas do FGTS pelo índice da inflação e não pela Taxa Referencial (TR) mais 3% ao ano, além de secção do lucro anual do Fundo.

Se a ação for julgada procedente — o voto do relator, ministro Luís Roberto Barroso, é favorável, o Poder Executivo estima que o impacto fiscal seria de R$ 31 bilhões em 15 anos. E isso levaria a um déficit de contratação de habitações no Minha Morada, Minha Vida de 1 milhão de unidades.

Para levante ano, a meta do governo é fechar com 450 milénio contratações, chegando a 2 milhões de unidades até 2026. Nascente ano, a verba totalidade do FGTS atingiu R$ 109 bilhões, sendo R$ 85,6 bilhões só para a habitação, sobretudo o Minha Morada, Minha Vida. O Fundo financia também projetos de saneamento e de infraestrutura urbana. O Ministério das Cidades quer ampliar esse valor e chegar a R$ 120 bilhões.

Em nota ao Mundo, o Ministério das Cidades disse que “a proposta de vangloriar a renda familiar do fita 3 para até R$ 12 milénio continua em estudo” e que a classe média já é contemplada pelo programa “nas faixas 2 e 3, que atendem famílias com renda até R$ 4,4 milénio e R$ 8 milénio, respectivamente”.

O Minas Morada, Minha Vida foi lançado em 2009 uma vez que uma das principais bandeiras do PT e deu impulso à candidatura de Dilma Rousseff. 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies
%d blogueiros gostam disto: