Prefeitura de Teresina flagra empresa realizando descarte irregular de entulho na zona Sudeste da capital

A Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD/Sudeste I), iniciou na região do Grande Dirceu, uma operação de fiscalização para coibir a prática do descarte irregular de lixos e entulhos. A operação ocorre para evitar que logradouros públicos continuem sendo transformados em lixões, deixando a cidade suja e contribuindo para a proliferação de doenças que podem oferecer risco à vida.

De acordo com Vani Queiroz, superintendente da SAAD/Sudeste I, por mês são recolhidas cerca de 2 mil toneladas de lixo e entulho que são descartados de forma irregular nas vias públicas da zona Sudeste da capital. Segundo ela, o valor investido nessa ação de limpeza é muito alto, e poderia estar sendo utilizado em obras para dar mais qualidade de vida aos moradores da região.

“O prefeito Dr. Pessoa nos autorizou a reforçar as equipes e hoje temos cerca de 300 trabalhadores que atuam diariamente na limpeza pública da zona Sudeste. Eles estão limpando lugares que não deveriam estar sujos, por isso estamos intensificando as ações de fiscalização em toda a região Sudeste, notificando as pessoas e empresas que insistem em sujar a cidade”, conta a superintendente, afirmando que é preciso dar um basta nesse comportamento que prejudica à cidade.

No início da tarde da última sexta-feira (26/01), os fiscais da SAAD/Sudeste I flagraram um funcionário de uma empresa que estava despejando entulhos na galeria do Loteamento Manoel Evangelista. A ação da empresa foi considerada abusiva, pois além de sujar o local, também estava contribuindo com alagamentos na região, uma vez que os entulhos despejados na galeria estavam servindo como barreira e impedindo o percurso das águas.

Entulhos recolhidos na Operação de limpeza (Foto: ASCOM/SAAD Sudeste I)

A empresa em questão foi notificada e teve um prazo de 24 horas para limpar o local. A multa neste caso pode chegar aos R$ 4 mil reais e a empresa também poderá ser punida com a suspensão do alvará de funcionamento.

Além da coleta domiciliar e empresarial, a zona Sudeste conta ainda com vários Pontos de Recolhimento de Resíduos (PRRs), onde o cidadão pode descartar corretamente material de construção civil ou demolição, podas de árvore, resíduos de capina e varrição e móveis usados ou inservíveis. A lista com os locais dos PRRs pode ser consultada no Instagram da SAAD/Sudeste I. A população pode denunciar a prática de descarte irregular de lixo para o Programa Lixo Zero, enviando imagens e informações para o whatsapp 86 9 9402-3074. A denúncia é anônima.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading