Policial Militar sofre tiro durante operação em favela e vereadora do PT diz que PM é culpado por invadir comunidade

A vereadora Brisa Bracchi (PT) utilizou suas redes sociais para denunciar o que ela chamou de “violência policial” após uma operação da Polícia Militar na Favela do Japão, na zona Oeste de Natal, no último sábado (3). Em sua publicação, Brisa condenou a ação policial, omitindo qualquer menção ao fato de um PM da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) ter sido baleado durante o incidente.

Além de criticar a operação, a vereadora alegou que a ação prejudicou o projeto social Balé da Ralé e afirmou estar “em contato com as autoridades para tratarmos com urgência esse caso grave.”

Sobre o policial baleado

Segundo a PM, o agente de segurança foi atingido por dois disparos durante uma troca de tiros. Um dos disparos atingiu o punho do policial e o outro a região do tórax.

Como estava utilizando colete balístico, o equipamento impediu que o projétil atingisse o corpo do policial. O militar foi socorrido no Hospital Walfredo Gurgel. O autor dos disparos fugiu do local.

Com informações da 98 FM Natal

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies