Polícia prende 4 em caso de estupro coletivo de adolescente

Na tarde desta quarta-feira, 8, a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ) apreendeu dois menores e prendeu uma mulher e um homem no caso do estupro coletivo de uma adolescente de 15 anos em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

No fim de semana, a polícia encontrou ao menos 30 vídeos do estupro coletivo, em que dois homens aparecem abusando da menina, que está desacordada.

A mulher presa na ação de hoje é dona da casa onde os abusos foram cometidos. O homem de 22 anos, suspeito de ter estuprado a garota, foi preso mais cedo. A polícia também já identificou outro suspeito, um homem adulto, que está sendo procurado para prestar depoimento.

Polícia Civil do Rio de Janeiro diz que não tem dúvida sobre a adolescente ter sido vítima de estupro coletivo

Este último tem passagem na polícia por receptação de moto roubada. Os adolescentes também teriam armazenado imagens dos abusos sexuais.

Depois que o caso veio à tona, a menina foi atacada nas redes sociais, acusada de não ser vítima ou de usar o caso para ganhar fama. Mas os policiais civis disseram que não têm dúvidas de que houve crime. Eles agora apuram se um casal também estaria na casa no momento em que o crime ocorreu, de acordo com o portal g1.

“Não há dúvida do crime”, disse a delegada do caso Mônica Areal. “Todos os vídeos comprovam que ela não tinha a menor condição de consentir algo. Que eles sabiam porque dão tapas na cabeça e na cara dela e até debocham dizendo que ela está morta. A própria vítima não sabe dizer porque ela estava completamente apagada.”

Na terça-feira 7, o homem que agora está preso publicou um vídeo nas redes sociais dizendo que o abuso foi só uma “brincadeira”. “Sim, eu sei, passamos do limite com a brincadeira”, disse ele. “Mas esse vídeo que está circulando é apenas eu fazendo essa brincadeira, sendo que não foi só eu. Depois de um tempo fui para o quarto e aconteceu a relação. Eu sei que passamos dos limites.”

As imagens mostram a garota sendo abusada sexualmente por ao menos dois homens. A irmã da adolescente disse que quando foi buscá-la, às 11h da manhã, a menina estava em condições precárias, sem consciência e com a boca espumando, de acordo com informações reunidas pelo SBT.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading