Perfil oficial de Israel diz que Lula nega o Holocausto

O perfil oficial do Estado de Israel no Twitter/X acusou o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, de negar o Holocausto.

O comentário surgiu quando o perfil World of Statistics perguntou o seguinte: “O que vem à mente quando você pensa no Brasil?”. Então, o perfil de Israel respondeu: “Antes ou depois de Lula negar o Holocausto?”

Lula se tornou protagonista de uma nova polêmica, ao comparar as ações do Exército israelense em Gaza ao governo do nazista Adolf Hitler, durante entrevista coletiva na Etiópia, no domingo 18.

Governo de Israel declarou Lula como persona non grata no país

Em virtude dessas declarações, o Ministério das Relações Exteriores de Israel informou que o Lula é persona non grata no país.

“Não esqueceremos nem perdoaremos”, escreveu o chanceler Israel Katz, em mensagem à diplomacia brasileira. Conforme o chanceler, “em meu nome e em nome dos cidadãos de Israel, diga ao presidente Lula que ele é persona non grata em Israel até que retire o que disse.”

O recado de Katz segue a onda de repúdio que iniciou momentos depois das declarações do petista. O presidente do Yad Vashem, mais importante memorial sobre o Holocausto, qualificou as afirmações de Lula como ultrajantes. “É extremamente decepcionante que Lula tenha recorrido à distorção do Holocausto e à propagação de sentimentos antissemitas”, lamentou Dani Dayan, em comunicado.

+ Leia a nota completa aqui


Estêvão Júnior é estagiário da Revista Oeste em São Paulo. Sob supervisão de Edilson Salgueiro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies