conecte-se

Brasil em Pauta

Passagem de Rafah volta a ser fechada e brasileiros permanecem em Gaza

Dessa forma, a população civil de diversas nacionalidades, incluindo brasileiros, que esperam sair da região, está temporariamente impedida de sair da Faixa de Gaza. Rafah é a única saída viável.

Published

on

A passagem de Rafah, na fronteira da Faixa de Gaza com o Egito, foi fechada novamente nesta quarta-feira, 8, por motivos de segurança. A informação foi passada à diplomacia brasileira.

Dessa forma, a população civil de diversas nacionalidades, incluindo brasileiros, que esperam sair da região, está temporariamente impedida de sair da Faixa de Gaza. Rafah é a única saída viável.

As pessoas que deixariam o enclave palestino nesta quarta-feira, 8, não puderam passar para o Egito, por causa do fechamento da saída de Rafah.

Advertisement

Mais espera em Rafah

Uma lista tem sido organizada nos últimos dias por autoridades locais e países envolvidos no conflito com nomes de pessoas autorizadas a sair de Gaza. Nem mesmo ambulâncias com feridos estavam liberadas a passar.

O Egito havia divulgado os nomes de cerca de 600 estrangeiros, entre alemães, canadenses, americanos, filipinos, romenos e ucranianos, com autorização para atravessar Rafah nesta quarta-feira, 8.

Mesmo fora das listas, brasileiros também foram ao local na expectativa de novidades.

Advertisement

Brasileiros

Havia uma expectativa de que o grupo de brasileiros, com 34 pessoas, pudesse deixar a região nesta quinta-feira, 9. Mas, com o fechamento de Rafah, a saída deve ser atrasada em dois ou três dias.

“Estou na fronteira de novo. Está cheio de gente, a maioria é de estrangeiro, outros egípcios. Ninguém conseguiu entrar, nem sair”, disse a brasileira-palestina Shahed Al Banna, de 18 anos, em entrevista para a CNN.

A passagem havia sido reaberta na terça-feira 7, depois de dois dias fechada.

A embaixada de Israel no Brasil disse que tomou conhecimento da nova interrupção, mas que não havia informações sobre os motivos.

Advertisement

A representação israelense destacou que a responsabilidade pelo novo fechamento não é de Israel.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement