Padilha minimiza crise com Lira: “Nunca existiu qualquer rompimento”

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, minimizou a crise no relacionamento com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), durante a reabertura dos trabalhos no Congresso Nacional nesta segunda-feira, 5. Ele afirmou que não houve rompimento nas relações entre o Executivo e o Legislativo, destacando que o governo está em um esforço de reabilitação das relações institucionais no país. Padilha enfatizou que seu ministério é voltado para relações institucionais, não interpessoais, e que as relações do governo federal com o Congresso estão melhores do que nunca.

Apesar da pressão de Lira, o presidente Lula (PT) indicou que o ministro Alexandre Padilha será mantido no cargo. Outros nomes, como o ministro da Casa Civil, Rui Costa, e a do Planejamento, Simone Tebet, também atuarão em nome do governo junto ao Congresso. Padilha destacou que a colaboração de vários ministros é benéfica para o governo e seu trabalho, ressaltando que todos que atuaram no ano passado estarão em campo novamente este ano.

No início deste ano, um ponto de atrito entre Executivo e Legislativo foi o veto de Lula de R$ 5,6 bilhões às emendas de comissão dos parlamentares. Com a retomada dos trabalhos legislativos, líderes já se articulam para pressionar pela derrubada do veto do presidente petista.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies