Padilha minimiza crise com Lira: “Nunca existiu qualquer rompimento”

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, minimizou a crise no relacionamento com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), durante a reabertura dos trabalhos no Congresso Nacional nesta segunda-feira, 5. Ele afirmou que não houve rompimento nas relações entre o Executivo e o Legislativo, destacando que o governo está em um esforço de reabilitação das relações institucionais no país. Padilha enfatizou que seu ministério é voltado para relações institucionais, não interpessoais, e que as relações do governo federal com o Congresso estão melhores do que nunca.

Apesar da pressão de Lira, o presidente Lula (PT) indicou que o ministro Alexandre Padilha será mantido no cargo. Outros nomes, como o ministro da Casa Civil, Rui Costa, e a do Planejamento, Simone Tebet, também atuarão em nome do governo junto ao Congresso. Padilha destacou que a colaboração de vários ministros é benéfica para o governo e seu trabalho, ressaltando que todos que atuaram no ano passado estarão em campo novamente este ano.

No início deste ano, um ponto de atrito entre Executivo e Legislativo foi o veto de Lula de R$ 5,6 bilhões às emendas de comissão dos parlamentares. Com a retomada dos trabalhos legislativos, líderes já se articulam para pressionar pela derrubada do veto do presidente petista.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies