Operação da Polícia Militar deixa 2 mortos no Guarujá

Dois suspeitos morreram em confronto com a Polícia Militar (PM), no Guarujá, na Baixada Santista, na madrugada deste domingo, 28. A ação ocorreu depois da retomada da Operação Escudo no litoral paulista, decorrente do assassinato do soldado Marcelo Augusto da Silva, vítima de um latrocínio na madrugada da sexta-feira 26. O PM morreu a tiros, na rodovia dos Imigrantes, em Cubatão.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), policiais realizavam patrulhamento na periferia do Guarujá quando duas motocicletas passaram por eles em alta velocidade. Os soldados ordenaram que os homens parassem, o que não aconteceu. 

Na perseguição, a dupla teria disparado tiros de armas de fogo contra os militares, que revidaram. O socorro médico não chegou a tempo. Os dois homens acabaram morrendo antes de receberem atendimento hospitalar.

Intervenção policial

Operação da Polícia Militar em Guarujá
No Guarujá, trabalho efetivo da Operação Escudo tenta combater criminalidade| Foto: Divulgação/Governo de SP

Segundo a PM, havia com os suspeitos um revólver e uma pistola. A perícia, que esteve no local, apreendeu tanto as armas deles quanto as dos policiais. A atuação foi registrada na Delegacia de Guarujá como “morte decorrente de intervenção policial e excludente de ilicitude”. 

A ação começou um dia depois da morte do soldado da Rota Patrick Bastos Reis, de 30 anos, em Guarujá.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies