Nomeada por Lula para o STJ deve julgar processos da Lava Jato

Oficialmente indicada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para integrar o Superior Tribunal de Justiça (STJ), Daniela Teixeira assume a cadeira na 5ª Turma da Corte, responsável pelo julgamento dos processos relacionados à Operação Lava Jato. Segundo informações do colunista Frederico Vasconcelos, da Folha de São Paulo, a própria Daniela manifestou o interesse em ocupar um lugar na referida Turma.

A nomeação de Teixeira gerou polêmica anteriormente, levando o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, a suspender o envio dos três nomes aprovados para o STJ, a fim de conduzir uma investigação sobre possíveis favorecimentos à advogada, suspeita de ter prioridade na escolha das turmas. Na última quinta-feira (9), Pacheco encaminhou ao Planalto os nomes de Daniela Teixeira, José Afrânio Vilela e Teodoro Silva Santos.

A 5ª Turma, onde Daniela Teixeira atuará, atualmente conta com os ministros Messod Azulay Neto (presidente), Reynaldo Soares da Fonseca, Ribeiro Dantas, Joel Ilan Paciornik e João Batista Moreira (desembargador convocado do TRF-1). Vale ressaltar que, em sua trajetória como advogada, Teixeira defendeu Jacob Barata Filho, conhecido como o “rei dos ônibus”, durante as investigações da Lava Jato, em que o empresário foi implicado juntamente com o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading