Nome de Carol De Toni é oficializado e direitista comandará a Comissão mais importante da Câmara

Com 49 votos favoráveis e 9 em branco, a deputada Carol de Toni (PL-SC) foi oficialmente confirmada no comando da presidência da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara, conforme apuração de último minuto do Conexão Política.

A indicação da congressista enfrentou resistência de aliados do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mas o Partido Liberal manteve sua posição inicial.

Após semanas de discussões, líderes partidários chegaram a um acordo para a divisão da presidência das comissões permanentes, que devem ser instaladas nesta quarta-feira (6).

A presidência da CCJ é considerada a mais importante da Câmara, por onde passam praticamente todos os projetos.

As siglas com as maiores bancadas eleitas têm prioridade na escolha das comissões que desejam presidir. O PL, por ter elegido 99 deputados em 2022, tem essa preferência. Atualmente, a legenda conta com 96 representantes.

No ano passado, o PL abriu mão de presidir a CCJ para ter a relatoria do Orçamento federal. Porém, neste ano, a sigla insistiu no comando do colegiado e escolheu Carolina de Toni para o cargo. A deputada faz parte da bancada do agronegócio, defende pautas pró-vida e é considerada uma das figuras mais conservadoras de Brasília.

Além da CCJ, como já antecipado pelo Conexão Política, o PL também terá o comando das comissões de Educação, Segurança Pública, Esporte e Previdência.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies