Moro faz crítica a Lula após mais uma fala contra Israel: ‘Antissemitismo explícito’; VEJA

O senador Sergio Moro, do partido União-PR, expressou críticas à recente declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, sobre a atuação de Israel na guerra contra o grupo terrorista Hamas na Faixa de Gaza. Moro considerou a fala do presidente como “antissemitismo explícito” e destacou a ausência de menções a outras questões internacionais, como a invasão da Ucrânia e a situação na Venezuela.

Nas redes sociais, Moro afirmou: “Nenhuma palavra sobre os reféns de Israel, nem sobre a invasão da Ucrânia, nem sobre a ditadura venezuelana. Antissemitismo explícito. Quem quiser que acredite no ‘democrata’”.

Durante um evento no Rio de Janeiro, Lula condenou os ataques israelenses na Faixa de Gaza, classificando a ação como genocídio. O ex-presidente defendeu a criação do Estado Palestino e expressou sua preocupação com a situação humanitária, mencionando mortes de mulheres e crianças em hospitais.

Essa não é a primeira vez que Lula aborda o conflito Israel-Hamas de maneira crítica. Na semana anterior, suas declarações foram alvo de controvérsias e geraram uma crise diplomática com Israel, levando a oposição a apresentar um pedido de impeachment contra o petista.

Com informações do jornal O Globo.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies