Moraes associa Carlos Bolsonaro a ‘núcleo político’ na Abin

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), associou o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) a um “núcleo político” do suposto esquema ilegal de espionagem na Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Na manhã desta segunda-feira, 29, a PF cumpriu mandados judiciais contra Carlos e mais três pessoas. Isso porque, em parceria com o então diretor-geral da Abin, Alexandre Ramagem, Carlos obteve informações privilegiadas, sobre casos sigilosos, conforme a PF.

Carlos Bolsonaro operação PF
Durante ‘superlive’ do pai, Jair Bolsonaro, Carlos lançou, neste domingo, 28, uma plataforma de formação para políticos e ativistas conservadores | Foto: Reprodução/YouTube/Jair Bolsonaro

Um print obtido pela PF, que consta na decisão de Moraes, mostra Luciana, assessora de Carlos, pedindo ajuda para conseguir informações a Priscilla Silva, que trabalhava com Ramagem, a respeito de inquéritos que miravam os filhos do então presidente Bolsonaro.

“A solicitação de realização de ‘ajuda’ relacionada a inquérito da PF em andamento em unidades sensíveis da PF indica que o núcleo político possivelmente se valia do delegado Alexandre Ramagem para obtenção de informações sigilosas e/ou ações ainda não totalmente esclarecida, razão pela qual se faz mister as diligências”, argumentou Moraes.

Investigação da PF

Conforme a PF, “a existência do núcleo político e os eventuais serviços prestados ganha concretude no pedido realizado pelo senhor Carlos Bolsonaro para o delegado Ramagem e a subsequente remessa de informações de inquéritos da PF em andamento”.

Ainda de acordo com a PF, a solicitação de ajuda indica que o núcleo político “possivelmente se valia de Ramagem para obtenção de informações sigilosas e/ou ações ainda não totalmente esclarecidas”.

Abin

A ação que mirou Carlos Bolsonaro faz parte de uma investigação da PF que apura a existência do que seria um esquema de espionagem de adversários políticos, no governo Bolsonaro. Ministros do STF teriam sido alvos.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies