Mercado Financeiro: Ibovespa recebe investimentos estrangeiros e fecha em ALTA!

Arrancaremos a semana com ótimas notícias vindas do mercado financeiro. Depois de uma semana marcada por volatilidade, a bolsa de valores fechou aos 128.184 pontos, num acréscimo de 0,67%. E não foram apenas os investidores nacionais que fizeram a festa – muito pelo contrário. Os estrangeiros injetaram no Brasil excepcionais R$ 24,5 bilhões até a presente data.

Aliás, falando em moedas estrangeiras, o cenário para o dólar comercial também foi de acalmia. Num recuo bastante significativo, a nossa moeda se fortaleceu e o dólar caiu 7,56% em 2023.

Quão seguro é investir no Brasil?

Em meio a estes números tão promissores, temos ainda um importante indicador que evidencia o nível de confiança no ambiente econômico brasileiro. É o chamado CDS (Credit Default Swap), mais popularmente conhecido como risco Brasil. Para a alegria dos empresários e investidores, o CDS fechou dia 6ª feira (1º.dez.2023) nos 142 pontos. Isso representa o menor patamar desde dezembro de 2020, ou seja, em quase 4 anos.

O risco Brasil registrou uma queda de 40 pontos somente em novembro e 108 pontos no acumulado de 2023. O menor o indicador, maior a confiança dos investidores no país – e neste quesito estamos indo muito bem. Para fins de esclarecimento, o CDS funciona como um tipo de seguro para operações de crédito e é um importante termômetro para medir a confiança de investidores estrangeiros no Brasil.

Quais foram os principais influenciadores para essa melhora?

Vale lembrar que o CDS iniciou o governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) marcando consideráveis 250 pontos. Desde então, a aprovação de um sólido marco fiscal, além da manutenção da meta de equilibrar as contas públicas em 2024 e as constantes quedas dos juros e da inflação foram fatores decisivos para melhorar a percepção de investidores.

No que diz respeito ao mercado de ações, o Ibovespa, nosso principal índice, não decepcionou. Encerrando aos 128.184 pontos, com um excelente ganho de 0,67%, a bolsa de valores demonstrou no decorrer da semana um crescimento contínuo, avançando 2,13%.

Os investidores estrangeiros, conscientes do potencial brasileiro, têm destaque nesse cenário. Até o presente momento, injetaram na bolsa R$ 18,1 bilhões apenas em novembro. O saldo no ano está, mais do que positivo, em R$ 24,5 bilhões. Se considerarmos ofertas iniciais (IPOs) e secundárias (follow-ons), o saldo do ano salta para R$ 35,4 bilhões. Ou seja, o Brasil segue firme no radar dos grandes investidores globais.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading