Médicos de Nova York anunciam 1º transplante de olho da história

Cirurgiões do NYU Langone Health, em Nova York (EUA), realizaram o primeiro transplante de olho do mundo. Os médicos também fizeram um transplante parcial da face do norte-americano Aaron James, um militar veterano de 46 anos. 

A equipe do hospital divulgou o procedimento pioneiro nesta quinta-feira, 9. Antes dessa cirurgia, os médicos só faziam transplante de córnea, que é a camada frontal transparente do olho.

A cirurgia incluiu o transplante de todo o olho esquerdo e de uma parte da face, ambos de um único doador. De acordo com os médicos, isso torna o procedimento o primeiro transplante de olho inteiro humano na história da medicina, e o único caso de transplante combinado bem-sucedido.

Saúde do olho

Seis meses depois da cirurgia, o olho enxertado mostrou sinais importantes de saúde. Segundo a equipe do NYU Langone Health, os vasos sanguíneos estão funcionando perfeitamente bem e a retina já possui um bom aspecto. 

Médicos Nova York transplante olho

Como o olho transplantado não se comunica com o cérebro por meio do nervo óptico, os médicos não podem garantir se um dia o paciente poderá recuperar sua visão. 

“O simples fato de termos transplantado um olho é um grande avanço; a medicina pensava nesse procedimento há séculos, mas ele nunca foi realizado”, disse o líder da equipe, Eduardo Rodriguez. “Se ocorresse alguma forma de restauração da visão, seria maravilhoso, mas o nosso objetivo era realizar a operação técnica e fazer o globo ocular sobreviver”.

De início, a cirurgia do olho traria melhores resultados cosméticos. No entanto, Rodriguez acredita que o transplante bem-sucedido de um globo ocular pode gerar novas possibilidades à oftalmologia, ainda que, num primeiro momento, a visão não seja restaurada.

Médicos Nova York transplante olho

A cirurgia ocorreu em maio, durou cerca de 21 horas e envolveu uma equipe de 140 cirurgiões, enfermeiros e outros profissionais de saúde. 

O acidente

Em junho de 2021, Aaron James, de Hot Springs, Arkansas, sobreviveu a um choque elétrico de 7.200 volts enquanto trabalhava como eletricista. Acidentalmente, seu rosto tocou um fio energizado. O choque provocou derrames e insuficiência renal; James precisou aprender a andar novamente. 

???????????????????? ???????????????? ???????????????? ???????????? ???????????????????????????????????????? ????????????????????????????????????????! ????️

Doctors at NYU Langone Health have completed the first successful transplant of a partial face and an entire eye on a 46-year-old man who suffered severe electrical burns. Although the patient… pic.twitter.com/HwsqJ4vhJt

— Right Angle News Network (@Rightanglenews) November 9, 2023

Apesar de várias cirurgias reconstrutoras, ele sofreu ferimentos extensos – incluindo a perda do olho esquerdo, do braço esquerdo, nariz, lábios, dentes e área da bochecha esquerda e do queixo, até os ossos. 

“Foi tudo muito doloroso”, contou ele à revista People “Eu queria manter meu antigo rosto na memória. Eu não queria que essa fosse a minha cara. 

No entanto, os médicos da NYU Langone Health devolveram a sua confiança e a alegria de viver. 

“Pela primeira vez desde o acidente, não quero usar máscara”, diz James. “Quero que todos me vejam.”

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies