Malafaia põe STF de joelhos ao dizer que não teme ser preso para uma multidão de 1 milhão de pessoas

Amado por seu rebanho, odiado pela esquerda, Silas Malafaia, sem dúvida tornou-se um dos principais players da política brasileira nas últimas semanas pelo protagonismo da maior manifestação já realizada na história do Brasil convocada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro.

Sobrou coragem para Malafaia, ao tomar para si a fala de crítica ao STF e ao ministro Alexandre de Moraes. ”Alexandre, você carrega o sangue de Clesão em suas mãos”, disse o pastor para mais de 1 milhão de pessoas na avenida Paulista neste domingo (25).

Mais de duas mil pessoas foram presas, exiladas, uma delas morta, por falarem menos do que Silas Malafaia tem proferido contra o ministro Alexandre de Moraes, de forma constitucional, já que a crítica é permitida em nosso país, vedado o anonimato.

Malafaia disse não temer ser preso. Disse que seria um troféu. Seria o segundo Silas famoso a ser preso, já que o primeiro foi preso junto com o apóstolo Paulo.

O discurso de Malafaia na Paulista, apequenou Alexandre de Moraes, que viu o pastor em frente a maior multidão da história do Brasil o chamou de sanguinário. E a segunda-feira chegou e a PF não bateu na porta de Silas Malafaia, o que por óbvio pode acontecer nos próximos dias como uma tentativa de intimidação, mas prender o pastor é algo que os outros ministros tem desaconselhado Moraes, pois colocará a igreja contra o STF, ou seja, 89% do povo brasileiro, pelo menos.

Diante deste imbróglio, Moraes, pode apenas contemplar uma foto que o mundo vai ter noção de quem é Bolsonaro, consagrado por essa imagem o maior líder popular da história do Brasil.

!function(f,b,e,v,n,t,s)
if(f.fbq)return;n=f.fbq=function()n.callMethod?
n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments);
if(!f._fbq)f._fbq=n;n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;
n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;
t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];
s.parentNode.insertBefore(t,s)(window, document,’script’,
‘https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);
fbq(‘init’, ‘5194898813962404’);
fbq(‘track’, ‘PageView’);

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies