Lula exonera ‘número 2’ da Abin, mas mantém o chefe

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu exonerar Alessandro Moretti, diretor-adjunto da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). No entanto, Luiz Fernando Corrêa continua na chefia do órgão.

A exoneração de Moretti será publicada no Diário Oficial da União na terça-feira 30. Na avaliação de Lula, até o momento, a suspeita que paira sobre servidores da Abin ainda não respingou em Corrêa, que é delegado da Polícia Federal (PF) e comanda a agência desde maio de 2023.

Lula exonera diretor-adjunto da Abin

Moretti, que também é delegado, foi diretor de Informação e Inovação da PF no governo Bolsonaro e, por isso, era visto com desconfiança por integrantes do governo Lula.

A permanência de Moretti ficou insustentável das suspeitas de que a cúpula do órgão atuou para dificultar as investigações da PF sobre uma suposta “Abin paralela” no governo Bolsonaro.

Luiz Fernando Correa
Luiz Fernando Corrêa continua na chefia da Abin. Para Lula, a suspeita que paira sobre servidores da agência ainda não respingou nele | Foto: Lula Marques/Agência Brasil

A Polícia Federal avalia que a agência dificultou o acesso a dados sobre o software First Mile, que teria sido usado para espionar ilegalmente adversários do ex-presidente.

Outro aspecto que causa desconfiança é o fato de nenhum integrante da atual cúpula da Abin ter alertado Lula sobre as irregularidades detectadas na agência pela PF.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies