Justiça do Irã condena jogador Cristiano Ronaldo a receber 99 chicotadas

Justiça do Irã condena jogador Cristiano Ronaldo a receber 99 chicotadas

O astro do futebol português, Cristiano Ronaldo, atualmente jogando pelo Al-Nassr na Arábia, tornou-se alvo de uma decisão da justiça iraniana que o condenou a receber 99 chicotadas devido a um abraço que concedeu à pintora Fatemeh Hamami, em setembro do ano passado, como um gesto de carinho e gratidão.

Segundo informações da imprensa iraniana, como os grandes veículos ‘Rouydad24’ e ‘Sharq Emroz’, as autoridades locais impuseram essa sentença ao consagrado atleta português de 38 anos, que é casado com a modelo argentina Georgina Rodríguez.

A condenação se deu após a visita de Cristiano Ronaldo a Teerã com sua equipe, em setembro, para competir contra o Persépolis na Liga dos Campeões Asiática, onde sua equipe triunfou com uma vitória de 2-0.

Durante o giro, Cristiano Ronaldo presenteou Fatemeh Hamami, uma fã deficiente física, com uma camiseta autografada, abraçando-a e lhe dando um beijo na bochecha, como gesto de agradecimento pelas duas obras que a artista, que enfrenta uma paralisia corporal de 85%, havia criado com seus pés.

A imprensa iraniana relata que inúmeros advogados iranianos apresentaram queixas contra futebolista devido a essa ação, sustentando que, de acordo com a lei iraniana, tocar em uma mulher solteira é equivalente a adultério.

A punição imposta estabelece que Cristiano Ronaldo deve ser açoitado 99 vezes na próxima vez que entrar no território iraniano.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies