Israel intercepta novos ataques do Hezbollah

As Forças de Defesa de Israel (FDI) informaram que interceptaram uma série de ataques lançados do território do Líbano pelo grupo terrorista Hezbollah, neste sábado, 11.

De acordo com as FDI, os lançamentos foram detectados pelos postos de controle na região da fronteira, sendo direcionados para a área de Margaliot, um assentamento rural de maioria judaica.

Segundo as Forças de Defesa, sirenes soaram no norte do país “alertando sobre uma intrusão de aeronave hostil. Nenhuma aeronave [foi] identificada infiltrando-se no território israelense”.

מטוסי קרב תקפו לפני זמן קצר מספר תשתיות טרור של ארגון הטרור חיזבאללה בשטח לבנון, במקביל לתקיפות באמצעות ירי ארטילרי pic.twitter.com/K6kQo1WvTg

— צבא ההגנה לישראל (@idfonline) November 11, 2023

O Hezbollah reivindicou uma série de ataques na manhã deste sábado, 11, “em apoio ao povo palestino”.

O grupo afirmou que ocorreram quatro ataques em um período de duas horas que causaram baixas militares israelenses.

Em resposta aos ataques, as FDI disseram que atacaram diversas infraestruturas usadas pelo Hezbollah por via aérea e dispararam fogo com sua artilharia.

Israel não relatou nenhuma vítima ao longo da fronteira norte.

Os confrontos através da fronteira aumentaram desde que Israel iniciou a sua guerra em Gaza.

Algumas comunidades no norte de Israel fugiram para o sul no início desta semana, deixando para trás “cidades fantasmas”, com apenas tropas israelenses permanecendo para combater os militantes do Hezbollah.

O grupo terrorista se envolveu na guerra entre Israel e Hamas logo nos primeiros dias de conflitos, que iniciaram no dia 7 de outubro, depois de um ataque terrorista contra milhares de civis israelenses. O Hezbollah apoia o Hamas.

Quem é o Hezbollah

Alinhado ao Irã, o grupo terrorista atua como partido político e mantém escolas, hospitais e rede de TV no Líbano.

O Hezbollah também opera uma grande rede de serviços sociais, o que fortalece sua base de apoio, enquanto o país enfrenta a pior crise econômica das últimas décadas.

Segundo o Departamento de Estado dos Estados Unidos, o Irã fornece ao grupo a maior parte de seu financiamento, treinamento, armas e explosivos, além de ajuda política, diplomática, monetária e organizacional.

O Hezbollah também conta com recursos de fontes ilegais, como contrabando de mercadorias, falsificação de passaporte, tráfico de narcóticos, lavagem de dinheiro e fraudes com cartão de crédito, imigração e bancos, segundo o governo norte-americano.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading