Investigado pela Polícia Federal, Valdemar Costa Neto é preso em flagrante por posse irregular de arma

O presidente do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, foi detido em flagrante na manhã desta quinta-feira (08/02), em Brasília, por posse irregular de arma de fogo. O político estava na sede da Polícia Federal pela manhã para as formalidades do flagrante. Ainda não se sabe se Valdemar seguirá preso, ou se será liberado após prestar esclarecimentos.

O flagrante foi identificado enquanto policiais federais faziam buscas em um dos endereços de Valdemar Costa Neto no âmbito da operação Tempus Veritatis, que apura o envolvimento do ex-presidente Jair Bolsonaro, ex-ministros e ex-assessores na elaboração de um golpe de Estado no período das eleições de 2022.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading