Incêndio deixa 43 mortos e 22 feridos em Bangladesh

Um incêndio em um prédio de seis andares em Daca, capital de Bangladesh, causou a morte de 43 pessoas. O acidente, que ocorreu nesta quinta-feira, 29, ainda deixou 22 feridos com queimaduras graves.

De acordo com o ministro da Saúde do país asiático, Samanta Lal Sen, o incêndio começou em um restaurante popular às 21h50 desta quinta-feira (12h50 de Brasília). O fogo se espalhou para os andares superiores rapidamente, segundo as autoridades locais.

Saiba mais: “Ex-pobre? Crescimento de Bangladesh surpreende e vira exemplo mundial”

Além de encurralar os moradores, as chamas se espalharam rapidamente para os outros andares. As 22 pessoas feridas foram para os hospitais da região e estão em estado grave.

Incêndio alastra prédio em Bangladesh

Conforme a imprensa local, o incêndio deflagrou na quinta-feira, por volta da tarde. As chamas se espalharam pelo complexo. Algumas pessoas ficaram presas no telhado do prédio, onde pediram ajuda.

“Estávamos no sexto andar quando vimos a fumaça sair pelas escadas”, contou o gerente do restaurante. “Muita gente subiu para outros andares. Outros usaram uma tubulação para descer. Alguns ficaram feridos ao descer.”

O incêndio foi controlado em duas horas, de acordo com o Corpo de Bombeiros, que resgatou 75 pessoas. Cerca de 13 unidades de bombeiros atenderam a ocorrência. As autoridades utilizaram um guindaste para resgatar quem estava no prédio, em sua maior parte carbonizado.

incêndio bangladesh | Cerca de 13 unidades de bombeiros atenderam a ocorrência | Foto: Reprodução/YouTube/Ekattor TV
Cerca de 13 unidades de bombeiros atenderam a ocorrência | Foto: Reprodução/YouTube/Ekattor TV

O diretor do Serviço de Incêndio e Defesa Civil de Bangladesh, Main Uddin, disse que o incêndio pode ter tido origem em um vazamento de gás ou de um fogão.

Centenas de familiares se aglomeraram no Dhaka Medical College Hospital, quando as ambulâncias chegaram ao local com mortos e feridos.

Incêndios em prédios ou fábricas são frequentes em Bangladesh em razão da falta de rigor das normas de segurança. Em julho de 2021, ao menos 52 pessoas morreram, entre elas muitas crianças, quando uma fábrica de alimentos pegou fogo. Em fevereiro de 2019, 70 pessoas morreram no incêndio de alguns edifícios de apartamentos. 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies