Grupo que estava na Faixa de Gaza deve chegar ao Brasil na noite de segunda-feira

Os brasileiros que deixaram a Faixa de Gaza na manhã deste domingo, 12, devem desembarcar no país na noite de segunda-feira 13. É o que indica a logística por parte do Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

De acordo com o Itamaraty, o grupo composto por 32 brasileiros e familiares palestinos está a caminho do Cairo no início da tarde deste domingo. A turma, que cruzou a Passagem de Rafah, passará a noite na capital do Egito.

O voo de volta ao Brasil deverá sair do aeroporto local às 11h50 desta segunda. Se o horário for cumprido, os brasileiros que estavam em Gaza irão desembarcar no Distrito Federal por volta das 23h30 de amanhã.

“Este será o 10º voo da Operação Voltando em Paz”, informa o Ministério das Relações Exteriores, por meio de postagem no Twitter/X.

Inicialmente, o grupo de brasileiros e parentes que estavam em Gaza era composto por 34 pessoas. De acordo com informações, duas delas, mãe e filha, resolveram permanecer do território palestino por “motivos pessoais”. A área está sob controle do grupo terrorista Hamas desde 2007.

BRASILEIROS CHEGAM NA SEGUNDA À NOITE | O avião da Presidência deve decolar do Cairo às 11h50 (hora local) de amanhã, trazendo os 32 passageiros que estavam na Faixa de Gaza. O pouso em Brasília está previsto para as 23h30. Este será o 10º voo da Operação Voltando em Paz. https://t.co/gSnClApOrw

— CanalGov (@canalgov) November 12, 2023

Saída da Faixa de Gaza depois de mais de um mês de “prisão”

Os mais de 30 brasileiros estavam “presos” na Faixa de Gaza desde o início da guerra entre Israel e o Hamas. As fronteiras do território palestino foram fechadas em 7 de outubro, dia em que terroristas invadiram o sul israelense para matar, sequestrar e estuprar civis. Dos mais de 1,5 mil mortos, estavam três brasileiros.

Estrangeiros que estavam em Gaza só puderam começar a deixar o local em 1º de novembro, por meio da Passagem de Rafah, na fronteira do enclave com o Egito. A diplomacia do governo Lula não conseguiu inserir o grupo de brasileiros nas primeiras listas atendidas para deixar o local, que é o epicentro da guerra entre israelenses e terroristas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies