Governo federal vai leiloar arroz importado

O governo federal pretende fazer um leilão de 100 mil toneladas de arroz na próxima terça-feira, 21. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) anunciou a medida nesta quarta-feira, 15.

A carga deve chegar ao país por meio de quatro portos. São eles: Santos (SP), Salvador (BA), Recife (PE) e Itaqui (MA).

De acordo com a Conab, a estratégia é impedir os efeitos de eventual escassez do produto no mercado interno em razão das chuvas que assolaram o Rio Grande do Sul em 2024.

Leia também:

O Estado concentra 70% da safra desse alimento no país. Contudo, mesmo com as tempestades, a produção prevista para as lavouras gaúchas neste ano é maior que em 2023.

Além disso, a quantidade anunciada equivale a menos de 10% da safra nacional. A companhia estima que a colheita do país feche em cerca de 10,5 milhões de toneladas.

Uma medida provisória assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na última sexta-feira, 9, autorizou a importação do arroz que será leiloado. O texto permite que a Conab compre até milhão de toneladas desse cereal no mercado externo.

Arroz já colhido no Rio Grande do Sul

A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul estima que os agricultores do Estado colheram 6,4 milhões de toneladas de arroz antes das chuvas que alagaram a maior parte do Estado. Isso representa cerca de 84% da área plantada com a cultura no território gaúcho.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies