Gol deve R$ 860 milhões em impostos e FGTS ao governo federal

A dívida da Gol com o governo federal chega a US$ 174 milhões, o equivalente a R$ 860 milhões. O valor é referente a impostos e contribuições sobre a folha de pagamento de funcionários da companhia aérea. A informação consta no processo de recuperação judicial da empresa, que corre na Justiça dos Estados Unidos.

O montante compreende o imposto de renda e os pagamentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e da Previdência Social. Eles eram descontados das remunerações pagas aos colaboradores, mas sem o devido repasse aos cofres públicos. A informação é do Metrópoles.

No processo judicial, a Gol informou que é “obrigada por lei a reter dos salários e vencimentos dos funcionários determinados montantes relacionados com impostos sobre o rendimento, impostos sobre a segurança social e outros impostos, e a remeter os mesmos às autoridades fiscais apropriadas”.

Empresa quer reestruturar obrigações financeiras

gol
Empresa pretende fortalecer sua estrutura de capital | Foto: Divulgação/Gol

Com dívidas de aproximadamente R$ 20 bilhões, a companhia apresentou um pedido de recuperação judicial à justiça dos Estados Unidos na última quinta-feira, 25. O Tribunal de Falências de Nova York acatou o processo no dia seguinte.

A empresa deve agora ter acesso a financiamento de US$ 950 milhões, o que corresponde a R$ 4,7 bilhões, para sanar suas dívidas.

Em nota, a Gol informou que “utilizará esse processo para reestruturar suas obrigações financeiras de curto prazo e fortalecer sua estrutura de capital para ter sustentabilidade no longo prazo”. 

A aérea também assegurou que as operações seguirão normalmente durante o processo de reestruturação financeira. 

“Os voos de passageiros da GOL, os voos de carga da GOLLOG, o programa de fidelidade Smiles e outras operações da Companhia continuam normalmente”, ressaltou a empresa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies