Galvão Bueno foge da Seleção Brasileira, mas continua na Globo por mais dois anos

Galvão Bueno esteve no Altas Horas, programa da TV Globo, e falou sobre o que pensa das imitações que são feitas dele, além de revelar que não planeja voltar a narrar jogos da Seleção Brasileira, apesar de seguir contratado da emissora por mais dois anos.

O comunicador foi homenageado com frequência por Marcelo Adnet e afirmou que sempre gostou muito de assistir às imitações feitas pelo comediante. “Rapaz, eu levo com um ótimo bom humor”, declarou.

“Tenho muito orgulho disso. Desde a época do Casseta & Planeta até agora. O [Marcelo] Adnet perdeu a personalidade dele. Hoje, ele é mais eu que do que ele. Mas é muito bacana isso, me sinto feliz”, declarou o locutor, que falou sobre seu contrato com a Globo.

Galvao Bueno
“Estou há 50 anos acompanhando a Seleção Brasileira e eu nunca vi um time tão ruim vestir a camisa pentacampeã”, disse Galvão Bueno | Foto: Paulo Garcia/ Agência ALRS

Galvão Bueno estará na cobertura da Olimpíada de Paris

“Tenho mais dois anos de contrato, com algumas participações pontuais, dois programas especiais de fim de ano, participação na Olimpíada de Paris. Narrar a Seleção Brasileira terminou ali”, garantiu.

Na sequência, Galvão Bueno assegurou que não está encerrando seu ciclo na televisão brasileira. “Foi o meu 53º jogo seguido de Seleção Brasileira em Copa do Mundo. Aquilo que eu disse, eu disse: ‘Gente, prestem atenção em uma coisa. Estou virando uma página, não estou fechando um livro’”, ponderou.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies