Faixa de Gaza: brasileiros deixam território comandado pelo Hamas

O grupo composto por brasileiros e parentes palestinos finalmente deixou a Faixa de Gaza, território controlado pelos terroristas do Hamas. Ao todo, 32 pessoas cruzaram a Passagem de Rafah na manhã deste domingo, 12.

O Ministério das Relações Exteriores confirmou a informação por meio de postagem no Twitter/X. Sem citar nomes, o órgão do governo federal avisou que o grupo seria maior, mas duas pessoas que estavam próximas à fronteira decidiram, de última hora, permanecer em Gaza — e assim não serem repatriadas neste momento de guerra.

“Grupo de 32 brasileiros e familiares já se encontra em território egípcio, onde foi recebido por equipe da embaixada do Brasil no Cairo”, afirma o Itamaraty, em postagem no Twitter. A estrutura na capital do Egito será, conforme o ministério, “responsável pela etapa final da operação de repatriação”.

Os brasileiros passaram pelo controle migratório palestino de Gaza e acabam de passar pelo do Egito. Duas pessoas do grupo que constavam da lista original, de 34 nomes, desistiram da repatriação e decidiram permanecer em Gaza.

— Itamaraty Brasil ???????? (@ItamaratyGovBr) November 12, 2023

Ainda pela rede social, o Ministério das Relações Exteriores divulgou fotos e vídeos. Nos registros, parte do grupo de brasileiros que deixou Gaza aparece segurando bandeiras do país. Nesse sentido, o governo aproveitou para mostrar que entre os 32 repatriados estão crianças e adolescentes.

pic.twitter.com/2w3w1RTx79

— Itamaraty Brasil ???????? (@ItamaratyGovBr) November 12, 2023

Parte do grupo de brasileiros está concluindo trâmites de entrada no Egito, antes de todos seguirem para o Cairo. pic.twitter.com/WQNw9pw2ql

— Itamaraty Brasil ???????? (@ItamaratyGovBr) November 12, 2023

Palestino naturalizado brasileiro, Hasan Rabee comemorou a passagem para o lado egípcio da fronteira. Pelo Instagram, ele postou foto em que aparece apostos com outros integrantes que aguardaram durante dias a permissão para deixar a Faixa de Gaza e, consequentemente, cruzar a Passagem de Rafah.

Dias de espera para brasileiros deixarem a Faixa de Gaza, área controlada pelos terroristas do Hamas

Os mais de 30 brasileiros e familiares aguardaram durante semanas pela liberação para deixar a Faixa de Gaza. O território palestino está desde 2007 sob controle do Hamas, grupo terrorista que atacou civis israelenses em 7 de outubro, ocasião que deflagrou a guerra que ocorre no Oriente Médio. Até o momento, os extremistas assassinaram mais de 1,5 mil pessoas, incluindo três brasileiros.

A expectativa era a de que o grupo de brasileiros deixasse a Faixa de Gaza na última sexta-feira, 10. A suspeita de que o Hamas estaria infiltrando alguns de seus membros em ambulâncias com feridos fez, contudo, que a Passagem de Rafah fosse fechada pelas autoridades de Israel e do Egito. Dessa forma, a turma ficou “presa” no território palestino por mais tempo.

Os brasileiros constam na sétima lista de pessoas liberadas para deixar a Faixa de Gaza. A saída do local começou a ocorrer em 1º de novembro.

No decorrer das últimas semanas, a diplomacia brasileira, que não conseguiu aprovar uma resolução sobre o conflito entre Israel e os terroristas do Hamas durante o mês em que ficou à frente do conselho de segurança da ONU, viu países como Indonésia, Jordânia, Áustria e Bulgária conseguirem a repatriação com antecedência.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies