Ex-presidiário, Belo ganha série na Globo e é comparado com Roberto Carlos

Belo ganhará uma série documental no Globoplay em breve. José Junior, responsável por trabalhos como A Divisão e Arcanjo Renegado, será o responsável pela produção que contará a vida e a carreira do pagodeiro.

O trabalho ainda não tem um nome definido, mas destacará os pontos altos da trajetória do cantor. “O Belo é o Roberto Carlos da favela, um fenômeno desde os anos 1990 até os dias de hoje. No documentário, teremos várias facetas dele, muitas desconhecidas, como o Belo avô. Ele topou falar sobre tudo”, declarou o produtor ao jornal O Globo.

Com quatro episódios, a série documental do Globoplay será produzida pela AfroReggae Audiovisual. O roteiro ficará com Gustavo Gomes, e a direção será dele e de Jorge Espírito Santo. Ainda sem data de estreia, a produção sobre Belo repetirá uma parceria entre o artista e o produtor.

Os dois trabalharam juntos na série policial inédita Veronika, em que o marido de Gracyanne Barbosa trabalhou como ator. A produção foi gravada em 2023 e foi a estreia da voz de Pura Adrenalina na atuação. O elenco da trama conta ainda com Leticia Spiller.

Foto de Belo e Gracyanne Barbosa
Belo e Gracyanne Barbosa foram alvo de ordem de despejo | Foto: Reprodução/Instagram

Homenageado pela Globo, Belo tem história controversa

Vale ressaltar que Belo tem várias reviravoltas na vida e na carreira. O cantor, de 49 anos, se destacou nos anos 1990 ao integrar o Soweto, mas foi na carreira solo que os maiores hits surgiram. O fim do contrato com o grupo em 2000 gerou um prejuízo milionário para o artista, que teve que pagar mais de R$ 7 milhões ao ex-jogador Denílson, que na época era sócio do Soweto, em 2023.

O pagodeiro também foi preso em 2003 por tráfico de drogas e associação ao tráfico, e cumpriu quatro anos atrás das grades — ele foi preso em quatro ocasiões diferentes. Em uma delas, em 2013, Belo foi acusado de estelionato e formação de quadrilha por suspeita de ter dado um golpe em uma empresa de táxi aéreo.

Ele e Gracyanne Barbosa também sofreram uma ordem de despejo por não pagarem aluguel de um imóvel em São Paulo. Nos últimos anos, o cantor retomou a carreira e garantiu algumas parcerias musicais com artistas como Sorriso Maroto, Ludmilla, Tiee, Ferrugem e Xande de Pilares.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies