Ex-ministro da Justiça, Sergio Moro diz que no governo Bolsonaro criminosos eram recebidos para obter sentença na cadeia

O ex-ministro da Justiça e atual senador, Sergio Moro, não poupou críticas à postura de membros do Ministério da Justiça que receberam Luciane Barbosa Farias, conhecida como a ‘dama do tráfico amazonense’.

“Na minha época do Ministério da Justiça, até recebíamos criminosos em Brasília, mas eles iam direto para o presídio federal”, ironizou Moro em uma publicação nas redes sociais.

Conforme noticiado pelo Estadão, Luciane Barbosa, esposa de Clemilson dos Santos Farias, mais conhecido como ‘Tio Patinhas’, e líder da facção criminosa Comando Vermelho no Amazonas, foi recebida por dois secretários de Flávio Dino, atual ministro da Justiça. Dino, no entanto, alegou que não tinha conhecimento dos encontros.

A revelação gerou reações imediatas, com deputados apresentando pedidos de impeachment contra Flávio Dino. Além disso, existe a possibilidade de investigações por parte da Procuradoria Geral da República (PGR).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies