EUA vai voltar a impor sanções à Venezuela se manter decisão

Os Estados Unidos voltarão a aplicar sanções contra a Venezuela se a Justiça do país manter uma proibição que impede a candidata presidencial María Corina Machado, de 56 anos, de ocupar o cargo.

A afirmação é de um representante do governo norte-americano divulgada pelas agências de notícias Reuters e Bloomberg.

Os EUA não vão prorrogar a licença para que a Venezuela exporte petróleo em abril caso Caracas proíba candidatos à presidência de concorrer neste ano. A Casa Branca também pensa em impor novas medidas.

+ Leia as últimas notícias sobre Mundo no site de Oeste

A decisão do Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela na sexta-feira 26 impede que María Corina registre sua candidatura para as eleições presidenciais marcadas para o segundo semestre de 2024.

Maria Corina Machado
Os EUA não vão prorrogar a licença para que a Venezuela exporte petróleo em abril caso Caracas proíba candidatos à presidência de concorrer neste ano | Foto: Reprodução/Wikimedia Commons/Carlos Díaz

Venezuela pode voltar a sofrer sanções

Também na sexta-feira 26, o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Matthew Miller, declarou que seu país estava revendo a política de sanções à Venezuela “com base neste desenvolvimento e nos recentes ataques políticos aos candidatos da oposição democrática e à sociedade civil”.

+ Veja: ‘STF’ da Venezuela impede líder da oposição de disputar o governo contra Nicolás Maduro

Em outubro, os Estados Unidos aliviaram as sanções ao setor de petróleo, depois que o regime do ditador Nicolás Maduro assinou um acordo com a oposição sob o qual Caracas assumiu o compromisso de realizar eleições presidenciais livres e justas em 2024.

Miller ressaltou que a decisão do tribunal da Venezuela foi “profundamente preocupante” e contraria os compromissos assumidos por Maduro de permitir que todos os partidos selecionassem os seus candidatos para as eleições presidenciais.

Além dos EUA, Equador, Argentina e Uruguai condenaram a decisão do regime venezuelano.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies