EUA e forças de coalizão são atacados 3 vezes na Síria

Os Estados Unidos e as forças da coalizão foram atacados mais três vezes na Síria desde que os norte-americanos realizaram bombardeios aéreos contra milícias apoiadas pelo Irã, na sexta-feira 2. A informação é de uma autoridade dos EUA.

O presidente Joe Biden confirmou, no domingo 4, à imprensa que as incursões feitas pelo Exército norte-americano estavam funcionando para dissuadir a Força Quds do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã (IRGC) e grupos de milícias que apoiam.

Porém, diversos ataques foram realizados na região contra tropas dos EUA nos últimos dias.

Ataques contra os EUA na Síria

No sábado 3, vários foguetes foram lançados contra as forças norte-americanas em um local de apoio à missão Eufrates, na Síria. Não houve relato de vítimas e danos à estrutura.

Já na noite de domingo 4, um ataque com drones contra os EUA, as forças de coalizão e as Forças Democráticas Sírias no campo petrolífero de Omar deixou diversas vítimas das tropas sírias e “danos significativos à infraestrutura”, segundo uma autoridade norte-americana.

exercito EUA Iraque
Na noite de domingo 4, um ataque com drones contra os EUA, as forças de coalizão e as Forças Democráticas Sírias deixou diversas vítimas das tropas sírias e danos significativos à infraestrutura local | Foto: Reprodução/YouTube

+ Leia as últimas notícias sobre Mundo no site de Oeste

A ação militar ocorreu perto de um local de apoio à missão Green Village, na Síria.

Na manhã desta segunda-feira, 5, um único foguete foi lançado contra um local de apoio à missão Eufrates. Não foram relatados vítimas e danos à infraestrutura.

Ofensiva norte-americana

Na sexta-feira 2, as forças dos Estados Unidos atingiram mais de 85 alvos no Iraque e na Síria.

+ Veja: EUA atacam milícias ligadas ao Irã na Síria e no Iraque

Os ataques foram direcionados contra centros de operações de comando e controle, centros de inteligência, instalações de armazenamento de armas, foguetes, mísseis e instalações de logística e cadeia de fornecimento de munições usadas por milícias apoiadas pelo Irã.

O governo dos EUA destacaram que as ações foram bem-sucedidas.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading