Estádio se torna palco de cenas de guerra após Santos ser rebaixado no Campeonato Brasileiro

Após o segundo gol do Fortaleza, marcado por Lucero, foi confirmado o rebaixamento  do Santos à Série B do Campeonato Brasileiro e os torcedores do time que recém rebaixado transformaram a Vila Belmiro e seus arredores em um palco de guerra.

O árbitro Leandro Pedro Vuaden encerrou a partida mais cedo, e os jogadores do Leão do Pici desceram correndo ao vestiário pois era possível escutar barulho de bombas na parte externa da Vila. Torcedores santistas arremessaram objetos em direção ao campo e tentaram invadir o gramado. Torcedores santistas ateando fogo na Vila Belmiro (Foto: Reprodução)

Desolados, os jogadores do Peixe permaneceram no gramado por mais tempo e escutaram protestos e xingamentos da torcida.

A Polícia Militar usou gás de pimenta para tentar dispersar a confusão, e rapidamente os torcedores saíram do estádio em direção à Rua Princesa Isabel. A rua foi isolada pela Tropa de Choque da PM, mas torcedores do Santos entraram em confronto com policiais, atirando pedras e ateando fogo em quatro ônibus que estavam nos arredores da Vila Belmiro.

Vila Belmiro após vandalismo de torcedores do Santos (Foto: Reprodução)

Com a cavalaria, a Polícia Militar conseguiu controlar e isolar a Rua Princesa Isabel. Mesmo assim, alguns torcedores permaneceram nas arquibancadas da Vila Belmiro.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading